Mercado abrirá em 1 h 16 min
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    111,32
    +1,75 (+1,60%)
     
  • OURO

    1.824,10
    -0,70 (-0,04%)
     
  • BTC-USD

    21.032,83
    -321,37 (-1,50%)
     
  • CMC Crypto 200

    459,42
    -2,37 (-0,51%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.357,63
    +99,31 (+1,37%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.115,50
    +75,00 (+0,62%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5296
    -0,0145 (-0,26%)
     

EUA identificam 2ª cepa da varíola dos macacos em circulação no país

As autoridades de saúde dos Estados Unidos descobriram uma segunda cepa do vírus da varíola dos macacos (monkeypox) em circulação no país. A identificação foi anunciada na última sexta-feira (3) e o fato, segundo especialistas, aponta para a circulação da doença antes de ser oficialmente detectada.

Até então, os casos identificados da varíola dos macacos eram da mesma cepa que circula pelos países europeus, como Inglaterra e Portugal. No entanto, a nova cepa não tem as mesmas características genéticas que as encontradas em amostras na Europa.

Preliminarmente, as autoridades identificaram similaridades com a amostra de em um único caso isolado dos EUA em 2021. Se for comprovado, isso significa que esta cepa circula entre os norte-americanos há mais tempo que se imaginava.

Duas cepas da varíola dos macacos estão em circulação nos EUA (Imagem: Dr. Noble/CDC)
Duas cepas da varíola dos macacos estão em circulação nos EUA (Imagem: Dr. Noble/CDC)

Transmissão comunitária do vírus monkeypox?

“Certamente, é possível que tenha havido casos de varíola nos Estados Unidos que passaram despercebidos anteriormente, mas não em grande medida”, explicou Jennifer McQuiston, porta-voz do Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), em coletiva de imprensa na sexta (3).

A suspeita está diretamente relacionada com a descoberta da segunda cepa do vírus monkeypox. No momento, “pode haver [casos de] transmissão comunitária” em partes dos EUA onde o atual surto ainda não foi identificado oficialmente, comentou McQuiston.

EUA aplicam vacinas contra varíola dos macacos

Para evitar o crescimento do surto da doença, as autoridades de saúde dos EUA distribuem doses da vacina para pessoas que passaram por situação de alto risco de exposição ao vírus. No momento, já foram distribuídas 1,2 mil doses do imunizante contra a varíola dos macacos.

A vantagem é que o país tem doses suficientes de vacinas contra a doença para controlar a evolução do atual surto de varíola dos macacos, segundo informa a responsável pelo estoque nacional dos imunizantes do Departamento de Saúde e Serviços Humanos (HHS), Dawn O’Connell.

Vale comentar que, no Brasil, nenhum caso da infecção viral foi oficialmente diagnosticado, segundo o Ministério da Saúde. No entanto, seis possíveis casos estão em análise.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos