Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    65,42
    +0,14 (+0,21%)
     
  • OURO

    1.837,60
    +1,50 (+0,08%)
     
  • BTC-USD

    56.501,05
    +534,38 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.513,93
    +1.271,26 (+523,84%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.947,99
    -175,69 (-2,47%)
     
  • HANG SENG

    28.013,81
    -581,89 (-2,03%)
     
  • NIKKEI

    28.608,59
    -909,71 (-3,08%)
     
  • NASDAQ

    13.331,75
    -14,25 (-0,11%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3433
    +0,0031 (+0,05%)
     

EUA fecham compra de potencial tratamento para Covid-19 da Lilly

Por Manas Mishra
·1 minuto de leitura

Por Manas Mishra

(Reuters) - O governo dos Estados Unidos concordou em pagar 375 milhões de dólares à Eli Lilly por 300 mil doses de seu tratamento experimental com anticorpos contra Covid-19, um medicamento semelhante ao recebido pelo presidente Donald Trump.

A Lilly começará a distribuir as doses dentro de dois meses, após receber uma autorização de uso emergencial do órgão regulador de saúde dos Estados Unidos, disse a empresa.

Depois disso, o governo tem a opção de comprar 650 mil doses adicionais por 812,5 milhões de dólares, disse o Departamento de Saúde e Serviços Humanos do país em comunicado.

O presidente-executivo, David Ricks, disse em comunicado no site da empresa que os Estados Unidos e outras nações desenvolvidas pagarão 1.250 dólares por dose do medicamento.

O governo dos EUA disse separadamente que forneceria o tratamento de forma gratuita aos norte-americanos.

Embora as vacinas sejam consideradas essenciais para o fim da pandemia, governos estão cada vez mais buscando tratamentos eficazes para retardar a disseminação do vírus e retomar a atividade econômica.