Mercado fechará em 4 h 48 min
  • BOVESPA

    128.087,48
    +30,26 (+0,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.989,97
    -212,83 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,86
    +0,82 (+1,15%)
     
  • OURO

    1.777,80
    +3,00 (+0,17%)
     
  • BTC-USD

    36.677,43
    -2.192,55 (-5,64%)
     
  • CMC Crypto 200

    907,56
    -32,39 (-3,45%)
     
  • S&P500

    4.177,25
    -44,61 (-1,06%)
     
  • DOW JONES

    33.347,10
    -476,35 (-1,41%)
     
  • FTSE

    7.027,29
    -126,14 (-1,76%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9914
    +0,0289 (+0,48%)
     

EUA: FDA aprova novo remédio para Alzheimer

·1 minuto de leitura
EUA: FDA aprova novo remédio para Alzheimer
EUA: FDA aprova novo remédio para Alzheimer

Nesta segunda-feira, a Food and Drug Administration aprovou um novo medicamento para a doença de Alzheimer, o primeiro em quase 20 anos de tentativas para encontrar um tratamento eficaz contra o mal degenerativo.

O remédio aducanumab possui o nome comercial Aduhelm, e é uma infusão intravenosa com aplicação mensal para retardar o avanço da doença em pessoas nos estágios iniciais, com sintomas leves e problemas de memória.

É válido ressaltar que o FDA aprovou desde que a fabricante conduza um novo ensaio clínico. Até agora os estudos não forneceram evidências suficientes para demonstrar eficácia total do medicamento. Se o resultado for inconclusivo, o FDA pode rescindir a aprovação.

A Biogen já entrou com pedido de revisão regulatória em lugares como Brasil, União Europeia e Japão. Vamos acompanhar…

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos