Mercado abrirá em 8 h 11 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    84,06
    -0,59 (-0,70%)
     
  • OURO

    1.789,30
    -4,10 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    60.718,08
    -1.981,62 (-3,16%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.476,18
    -28,97 (-1,92%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.640,80
    -397,47 (-1,53%)
     
  • NIKKEI

    28.946,61
    -159,40 (-0,55%)
     
  • NASDAQ

    15.534,00
    -11,00 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4582
    +0,0041 (+0,06%)
     

EUA enviarão mais de 8 milhões de vacinas a Filipinas e Bangladesh

·1 minuto de leitura
Dose da Pfizer é aplicada no subúrbio de Manila (AFP/Ted ALJIBE)

Os Estados Unidos anunciaram nesta sexta-feira que preparam o envio de mais de 8 milhões de doses de vacina contra a Covid-19 a Filipinas e Bangladesh, na mais recente entrega de ajuda a um mundo que luta para controlar a pandemia.

Cinco remessas, totalizando 5.575.050 doses, irão para as Filipinas na próxima semana, informou à AFP um funcionário da Casa Branca, que não quis ser identificado. Outras 2.508.480 doses chegarão a Bangladesh no começo da próxima semana, indicou.

As vacinas, todas do laboratório Pfizer-BioNTech, serão doadas por meio do programa Covax, conduzido pela Organização Mundial de Saúde. O governo "entende que acabar com esta pandemia exige eliminá-la em todo o mundo", disse o funcionário, observando que as doações dos EUA representam "a maior compra e doação de vacinas feita por um único país".

Bangladesh, duramente atingido pela pandemia, já recebeu milhões de doses de vacinas americanas, incluindo 2,5 milhões enviadas na semana passada. De acordo com o banco de dados da AFP, cerca de 10% da população daquele país, de cerca de 170 milhões de habitantes, foi totalmente imunizada.

As Filipinas registraram mais de 2,5 milhões de infectados, incluindo mais de 38.000 mortos. Pouco mais de um quarto da população adulta foi totalmente imunizada. Funcionários alertam que a economia do país pode levar mais de uma década para se recuperar do impacto da pandemia, que deixou milhões de pessoas sem trabalho.

sms/mdl/ag/gm/lb

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos