Mercado abrirá em 2 h 10 min
  • BOVESPA

    122.937,87
    +1.057,05 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.371,98
    +152,72 (+0,31%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,77
    +0,50 (+0,75%)
     
  • OURO

    1.868,60
    +1,00 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    45.391,86
    +336,65 (+0,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.262,61
    +64,69 (+5,40%)
     
  • S&P500

    4.163,29
    -10,56 (-0,25%)
     
  • DOW JONES

    34.327,79
    -54,34 (-0,16%)
     
  • FTSE

    7.062,42
    +29,57 (+0,42%)
     
  • HANG SENG

    28.593,81
    +399,72 (+1,42%)
     
  • NIKKEI

    28.406,84
    +582,01 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    13.391,75
    +88,25 (+0,66%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4431
    +0,0332 (+0,52%)
     

EUA enviará 60 milhões de vacinas da AstraZeneca para outros países

·2 minuto de leitura
(ARQUIVOS) Nesta foto de arquivo tirada em 19 de março de 2021, uma seringa e um frasco da vacina AstraZeneca contra Covid-19 estão retratados no Hospital San Giovanni Bosco em Torino.

Os Estados Unidos enviarão até 60 milhões de doses da vacina contra o coronavírus da AstraZeneca para outros países, informou nesta segunda-feira (26) um funcionário do governo Joe Biden, cuja decisão de não exportar este imunizante, ainda não autorizado pelas autoridades americanas, foi alvo de críticas.

"Os Estados Unidos distribuirão 60 milhões de doses da AstraZeneca para outros países conforme estiverem disponíveis", afirmou no Twitter Andy Slavitt, conselheiro sênior da Casa Branca na luta contra a covid-19.

Não foi revelado, a princípio, quantas doses estão prontas para serem enviadas, ou para quais países elas irão, e Slavitt acrescentou que "no momento ainda há muito poucas disponíveis".

Biden prometeu nesta segunda ajuda emergencial à Índia para enfrentar a nova onda devastadora da pandemia, durante uma conversa telefônica com o primeiro-ministro Narendra Modi, segundo os dois governos.

Porta-vozes indianos apontaram que Modi pediu a Biden que atenuasse as exigências de propriedade intelectual para as vacinas covid-19, um ponto não mencionado por Washington.

A porta-voz da Casa Branca, Jen Psaki, disse a repórteres que a FDA, agência reguladora de medicamentos do país, conduzirá controles de qualidade com as doses da AstraZeneca antes de enviá-las para o exterior.

“Nossa equipe vai compartilhar mais detalhes sobre nosso planejamento e quem receberá as ofertas, mas estamos em processo de planejamento no momento”, explicou.

O governo Biden está sob pressão para suspender as restrições à exportação de vacinas, já que países como a Índia vivem um grande aumento de infecções, enquanto o suprimento dos EUA parece cada vez mais seguro e a demanda doméstica começa a cair.

No mês passado, a Casa Branca disse que o governo estava se preparando para enviar cerca de 4 milhões de doses da AstraZeneca para seus vizinhos: 2,5 milhões para o México e 1,5 milhão para o Canadá.

Nos Estados Unidos, onde a taxa de novas infecções por covid-19 está diminuindo mais uma vez, quase 140 milhões de pessoas receberam uma dose da vacina até agora, o que equivale a 42% da população total, ou 53% da população adulta.

Três vacinas anticovid receberam sinal verde do FDA: as da Pfizer, da Moderna e da Johnson & Johnson. A última teve sua aplicação retomada na semana passada após um breve hiato devido a raros casos de trombose.

Porém, milhões de doses do imunizante da AstraZeneca foram produzidas no país, onde ainda não podem ser utilizadas.

ia-ad/lda/ic/mvv