Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    58.373,84
    -218,72 (-0,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

EUA e UE buscam evitar aumento de tarifas sobre metais em junho

Jenny Leonard e Viktoria Dendrinou
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O governo Biden está em negociações com a União Europeia para evitar uma escalada da disputa sobre tarifas para exportações de metais europeus, enquanto a aliança transatlântica tenta ajustar seu contrapeso econômico frente à China, disseram pessoas a par do assunto.

A secretária de Comércio dos EUA, Gina Raimondo, em conversa por telefone na semana passada com o comissário de comércio da UE, Valdis Dombrovskis, perguntou sobre o que poderia ser feito para evitar uma escalada iminente das tarifas europeias, de acordo com as pessoas, que não quiseram ser identificadas.

Em questão está uma disputa de alto nível que começou em 2018 sob o ex-presidente Donald Trump, que resultou na imposição de tarifas dos EUA sobre o aço e o alumínio da Europa, Ásia e outras regiões com base em supostos riscos à segurança nacional americana. A UE retaliou e, em 1º de junho, aumentará as tarifas de uma lista de produtos americanos para 50%.

Embora Raimondo tenha explicado a Dombrovskis que os EUA ainda não estão em posição de suspender as tarifas sobre os metais da UE, sinalizou que o governo Biden quer encontrar uma maneira de evitar uma nova escalada e, futuramente, remover as disputas bilaterais, disseram as autoridades.

“Os europeus não estão contentes”, disse Raimondo em entrevista na quarta-feira à Bloomberg Television. “Tive muitas conversas com meus homólogos da UE. São nossos aliados. A Europa, claro, não é uma ameaça à segurança nacional americana.”

À espera de Washington

De acordo com pessoas a par da conversa entre a secretária de Comércio dos EUA e Dombrovskis, ele enfatizou que as empresas europeias têm sofrido com as tarifas dos EUA e não seria possível reverter as tarifas unilateralmente ou suspender o aumento da UE em junho sem uma concessão dos EUA.

Um porta-voz do Departamento de Comércio não respondeu a um pedido de comentário.

Autoridades da UE dizem que o bloco só será capaz de evitar o próximo aumento tarifário se os dois lados chegarem a um acordo para tomar medidas mútuas, como suspender temporariamente as tarifas até que um acordo final seja encontrado - semelhante ao cessar-fogo em outra disputa transatlântica sobre subsídio ilegal às fabricantes de aeronaves Boeing e Airbus.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.