Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.717,94
    -517,82 (-0,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.460,55
    +652,34 (+1,36%)
     
  • PETROLEO CRU

    94,01
    -0,33 (-0,35%)
     
  • OURO

    1.803,00
    -4,20 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    23.951,45
    +0,43 (+0,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    567,65
    -7,09 (-1,23%)
     
  • S&P500

    4.207,27
    -2,97 (-0,07%)
     
  • DOW JONES

    33.336,67
    +27,16 (+0,08%)
     
  • FTSE

    7.465,91
    -41,20 (-0,55%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    28.320,48
    +501,15 (+1,80%)
     
  • NASDAQ

    13.333,25
    +22,00 (+0,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3236
    -0,0001 (-0,00%)
     

EUA confisca R$ 2,6 milhões em Bitcoin de socialista acusado de ter ligações com as Farc

·2 min de leitura
Bitcoin, algemas e Dólar em sinal de apreensão de valores
Bitcoin, algemas e Dólar em sinal de apreensão de valores

Um ex-político socialista da Costa Rica, acusado de ter ligações com as Farc no passado, teve confiscado pelos Estados Unidos (EUA) R$ 2,6 milhões em Bitcoin.

A medida foi anunciada na última terça-feira (4) pela justiça dos Estados Unidos, que investiga ele por uma série de crimes.

O mais curioso desse caso é que o valor pode ter sido entregue pelo suspeito voluntariamente, um caso incomum de uso do Bitcoin.

Quem é Fernando Berrocal?

Advogado, o suspeito de cometer crimes é Fernando Berrocal, que foi Ministro da Segurança Pública da Costa Rica até 2008. Naquele ano, o presidente Óscar Arias recebeu informações que Berrocal estava colaborando com as Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia), segundo a Reuters, o que motivou sua saída do governo.

Após anunciada sua demissão, ele chegou a ser candidato em eleições no país em 2009, mas não obteve muitos votos. Além disso, ele já foi embaixador da Costa Rica na ONU e também na União Soviética, quando essa ainda existia.

Com um histórico político na América Central, ele é suspeito de ter envolvimentos com crimes pesados segundo a justiça dos EUA.

R$ 2,6 milhões em Bitcoin são confiscados pelos EUA do socialista costa-riquenho

Após anos sem aparecer na mídia, o ex-ministro da Costa Rica voltou a surgir no radar das autoridades norte-americanas em 2021, quando começou a ser investigado por lavagem de dinheiro.

A origem desse dinheiro lavado por Berrocal, segundo a justiça, é de jogo ilegal, tráfico de drogas e várias fraudes financeiras. Ele acabou se tornando alvo da Homeland Security Investigations (HSI), divisão de segurança dos Estados Unidos que investiga crimes transnacionais, principalmente de organizações que exploram o setor financeiro.

Dessa forma, o ex-político socialista costa-riquenho teria entregue voluntariamente a HSI, no dia 13 de dezembro de 2021, 9,81 Bitcoins, o que dá um valor de R$ 2,6 milhões. Em dólar, essa quantia dá US$ 451 mil.

Após essa apreensão, a justiça dos Estados Unidos divulgou na última terça que este valor está publicamente aguardando contestações de terceiros que possam ter envolvimento com o dinheiro, que podem protocolar na justiça um pedido para avaliar uma devolução. Caso o pedido seja falso, a pessoa pode até responder por crime.

Essa caso é apenas mais um em que a justiça dos Estados Unidos anuncia que pretende confiscar o valor caso não apareça um dono, mostrando que vários Bitcoins foram encontrados em investigações no último ano e deverão permanecer em posse do estado.

É comum nessas situações que as moedas sejam vendidas no mercado e transformada em dinheiro fiduciário, sendo que nos Estados Unidos leilões já aconteceram no passado para isso.

Fonte: Livecoins

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos