Mercado abrirá em 6 h 32 min

EUA confirmam terceiro caso de coronavírus

Valor

Paciente viajou de Wuhan, considerada o epicentro da doença, para a Califórnia Autoridades dos Estados Unidos confirmaram, hoje, o terceiro caso importado de infecção por coronavírus. Segundo a Reuters, o paciente viajou de Wuhan, considerada o epicentro da doença, para a Califórnia. O paciente está isolado em hospital local e, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA, sua condição não é grave.

De acordo com autoridades, há outros dois casos importados da doença no país. Em Seattle, noroeste dos EUA, um viajante da China foi o primeiro diagnosticado com a doença na terça-feira (21). Três dias depois, um novo caso foi identificado em Chicago, norte do país: uma mulher de 63 anos teria contraído o vírus após uma viagem a Wuhan.

Os EUA organizam o retorno de cidadãos americanos e diplomatas da cidade de Wuhan. Segundo a Embaixada dos norte-americana na China, um voo partirá da cidade com destino a San Francisco, Califórnia, na quinta-feira (29).

Médicos atendem paciente com coronavírus no Hospital Zhongnan, em Wuhan, na China

Xiong Qi/Xinhua/AP

O avião, com cerca de 230 pessoas, levará diplomatas do consulado dos EUA em Wuhan e suas famílias. Em um comunicado, o serviço de relações exteriores norte-americano disse que cidadãos também poderão embarcar, mas há vagas limitadas.

Os japoneses também serão evacuados. O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, disse no domingo que o país deve organizar um voo para retirar expatriados que vivem em Wuhan. Segundo o mandatário, a ação é coordenada em colaboração com a China.

(Valor com G1 e agências internacionais)