Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.249,73
    +1.405,98 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.828,13
    +270,48 (+0,53%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,51
    +0,22 (+0,31%)
     
  • OURO

    1.775,00
    +11,20 (+0,63%)
     
  • BTC-USD

    41.234,64
    -2.536,48 (-5,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.021,87
    -41,97 (-3,95%)
     
  • S&P500

    4.354,19
    -3,54 (-0,08%)
     
  • DOW JONES

    33.919,84
    -50,63 (-0,15%)
     
  • FTSE

    6.980,98
    +77,07 (+1,12%)
     
  • HANG SENG

    24.221,54
    +122,40 (+0,51%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    14.988,25
    -21,25 (-0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1815
    -0,0632 (-1,01%)
     

EUA aplicam multa de US$1 milhão após morte de 6 funcionários em produtora de frango

·1 minuto de leitura

Por Rich McKay

ATLANTA (Reuters) - Uma produtora no norte do Estado norte-americano da Geórgia e suas empresas associadas receberão multa de 1 milhão de dólares e dezenas de advertências do governo dos Estados Unidos pela morte de seis funcionários e ferimentos em dezenas em um acidente com nitrogênio em janeiro.

O Departamento do Trabalho e a Administração de Saúde e Segurança Ocupacional (Osha) dos EUA anunciaram 59 advertências e multas contra o grupo Foundation Food, gestora da fábrica de Gainesville, junto com outras duas empresas associadas: Messer LLC, uma empresa de gás nitrogênio, e a FS Group, uma fabricante de equipamentos de processamento de alimentos.

“Não se engane, foi uma tragédia completamente evitável”, disse o secretário do Trabalho, Marty Walsh, a repórteres em uma entrevista coletiva de Atlanta.

A investigação da Osha descobriu que as empresas não implementaram os protocolos de segurança necessários para evitar o vazamento, que os funcionários não foram ensinados sobre os perigos do nitrogênio, e que lhes faltaram treinamento e equipamento para salvar vidas.

Autoridades do grupo Foundation Food, que também administra outras três fábricas no norte da Geórgia, não responderam imediatamente aos pedidos da Reuters por comentários neste sábado.

A empresa publicou em seu site: “Enquanto nossa comunidade continua se recuperando, estendemos nossa simpatia e rezas às famílias e amigos dos que se foram”.

Nem a Messer ou o FS Group Inc responderam aos pedidos por comentários. Um porta-voz da Messer disse ao jornal Washington Post que pretende contestar as advertências e as multas.

“Nossos funcionários não estavam no local e de maneira alguma estiveram envolvidos com este incidente trágico”, disse a empresa ao jornal na sexta-feira.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos