EUA adotam Brent como referência em suas previsões sobre petróleo

Washington, 7 dez (EFE).- O Departamento de Energia adotou o Brent do Mar do Norte como referência para suas projeções sobre o petróleo, por "refletir melhor os preços globais e os que são pagos pelas refinarias", informou à Agência Efe um porta-voz governamental.

Pela primera vez, a Administração de Informação Energética (EIA) deixou de utilizar o valor do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve).

"O WTI já não reflete de maneira rigorosa a tendência futura dos preços de derivados do petróleo, já que há constrições logísticas nas infraestruturas de transporte do petróleo na América do Norte", disse Jonathan Cogan, porta-voz da EIA.

A entidade anunciou nesta semana em seu relatório anual sobre as perspectivas energéticas que deixava o WTI porque "diverge de outros indicadores dos preços do petróleo pela insuficiente capacidade dos oleodutos que chegam e saem de Cushing, no estado de Oklahoma".

Cushing é o ponto de convergência dos oleodutos que transportam petróleo do Canadá e do norte dos Estados Unidos.

No entanto, devido às limitações dessa infraestrutura, a EIA considera que já não reflete a evolução do mercado do petróleo e dos preços das refinarias.

A EIA reconhece que o aumento da produção de petróleo nos Estados Unidos e no Canadá fez a capacidade das infraestruturas que transportam o petróleo de Cushing ao Golfo do México chegar ao limite.

Os grandes investidores e muitas companhias americanas já passaram a tomar o Brent como referência em nível mundial e como preferência ao tomar decisões na Bolsa de Valores. EFE

Carregando...