Mercado fechará em 1 h 30 min
  • BOVESPA

    107.600,76
    -3.185,67 (-2,88%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.951,27
    -346,93 (-0,66%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,64
    -1,78 (-2,13%)
     
  • OURO

    1.781,30
    -3,60 (-0,20%)
     
  • BTC-USD

    63.096,42
    -3.339,56 (-5,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.494,28
    -40,37 (-2,63%)
     
  • S&P500

    4.536,62
    +0,43 (+0,01%)
     
  • DOW JONES

    35.493,63
    -115,71 (-0,32%)
     
  • FTSE

    7.190,30
    -32,80 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    26.017,53
    -118,49 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.421,25
    +43,75 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5785
    +0,0589 (+0,90%)
     

EUA aceitarão brasileiros a partir de novembro, desde que estejam vacinados

·1 minuto de leitura

A partir de novembro, os Estados Unidos devem voltar a abrir suas fronteiras para viajantes do Brasil. O plano foi anunciado nesta segunda-feira (20) por Jeff Zients, coordenador da resposta ao coronavírus na Casa Branca.

A ideia do governo americano é liberar também a entrada de viajantes de outros países, como China, Índia e Reino Unido. A condição principal é a comprovação da vacinação completa contra a covid-19 no momento da entrada, mas ainda será necessário apresentar um teste PCR negativo realizado até 3 dias antes da viagem.

O plano ainda não está totalmente definido, no entanto. Zients aponta que serão retomadas as permissões de entrada no país conforme autoridades de saúde definam todos os requisitos, que ainda não estão claros.

Comprovante de vacinação será obrigatório para brasileiros e demais viajantes aos Estados Unidos (Imagem: AtlasComposer/Envato Elements)
Comprovante de vacinação será obrigatório para brasileiros e demais viajantes aos Estados Unidos (Imagem: AtlasComposer/Envato Elements)

Os EUA, por ordem do Centro de Controle e Prevenção de Doenças, também emitirão uma nova orientação para companhias aéreas, que deverão coletar dados de contato completos dos passageiros. O objetivo é alimentar o sistema de rastreamento de contatos e monitoramento de sintomas.

A decisão faz dos Estados Unidos mais um destino possível para brasileiros. Na semana passada, a Alemanha removeu as restrições para viajantes vindos do Brasil, que só precisarão apresentar um PCR negativo para poder entrar no país. Com isso, mesmo quem não se vacinou ou foi imunizado com a CoronaVac, não reconhecida pela Agência Europeia de Medicamentos, tem entrada liberada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos