Mercado fechado
  • BOVESPA

    105.069,69
    +603,45 (+0,58%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.597,29
    -330,09 (-0,65%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,22
    -0,28 (-0,42%)
     
  • OURO

    1.782,10
    +21,40 (+1,22%)
     
  • BTC-USD

    48.202,52
    -7.211,55 (-13,01%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.367,14
    -74,62 (-5,18%)
     
  • S&P500

    4.538,43
    -38,67 (-0,84%)
     
  • DOW JONES

    34.580,08
    -59,71 (-0,17%)
     
  • FTSE

    7.122,32
    -6,89 (-0,10%)
     
  • HANG SENG

    23.766,69
    -22,24 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    28.029,57
    +276,20 (+1,00%)
     
  • NASDAQ

    15.687,50
    -301,00 (-1,88%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3953
    +0,0151 (+0,24%)
     

Ethereum tem alta histórica e passa dos US$ 4,4 mil

·1 min de leitura

Na manhã da última terça-feira (02), a criptomoeda Ethereum (ETH) bateu um novo recorde de valor, com uma unidade do ativo valendo US$ 4,4 mil (cerca de R$ 24,4 mil, na conversão atual). O Ethereum é a segunda maior moeda digital no mercado, ficando atrás somente do Bitcoin (BTC).

A alta no valor do Ethereum está acontecendo pelo aumento na criação e uso de aplicativos descentralizados e em transações de NFT, feitas a partir da rede blockchain do ETH, além de expectativas que essas tecnologias possam se mostrar uteis em futuros metaversos criados por empresas como a Meta, anteriormente conhecida como Facebook.

<em>Gráfico mostrando os valores do Ethereum nas últimas 24 horas. (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto/Canaltech)</em>
Gráfico mostrando os valores do Ethereum nas últimas 24 horas. (Imagem: Captura de Tela/Dácio Augusto/Canaltech)

A alta do criptoativo está empolgando seus investidores, como Dragos Dunica, co-fundador da loja de apps descentralizada Dapp Radar, que em pronunciamento para o site The Independent afirma acreditar que não está fora de cogitação o Ethereum, até o natal, bater a barreira dos US$ 10 mil (R$ 55,8 mil).

Outras criptomoedas, desde o começo de outubro, também estão passando por altas históricas, como o Bitcoin que, recentemente, bateu a marca dos US$ 66.5 (R$ 371,4 mil). Para analistas do mercado de ativos digitais, isso era esperado, já que há meses as previsões indicavam que o setor, como um todo, quebraria recordes durante o final de 2021.

No fechamento desta matéria, uma unidade de Ethereum estava valendo US$ 4,6 mil (cerca de R$ 25,70). É possível que, nos próximos dias, a alta continue, com a criptomoeda atingindo valores ainda maiores.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos