Etanol fica 1,1% mais caro em janeiro; veja em que Estado seu uso é vantajoso

SÃO PAULO – O preço médio do litro do etanol no Brasil aumentou 1,1% entre dezembro e janeiro, ficando em R$ 1,958, de acordo com o último levantamento da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que também apontou que o maior preço do Brasil é bem maior que o da média nacional – no Estado do Acre, valendo em média R$ 2,543. 

Já o preço da gasolina no País aumentou 0,36% entre dezembro e janeiro. Considerando todo o Brasil, o litro foi cotado em média a R$ 2,764 neste mês, sendo o Estado do Piauí o mais barato: R$ 2,627 o litro enquanto que o Acre também lidera como o preço mais caro por litro: R$ 3,125.

São Paulo
O Estado de São Paulo possui o etanol mais barato do Brasil: R$ 1,837/litro, além disso, abastecer com etanol continua sendo vantajoso por lá, já que o preço do etanol vale menos que 70% do valor da gasolina, que custa cerca de R$ 2,646, de acordo com a ANP. Quando esse percentual passa de 70% é mais interessante financeiramente usar mesmo gasolina em vez de etanol.

Além de São Paulo, apenas em outros dois Estados abastecer o veículo com etanol é compensatório: em Goiás, onde a gasolina custa em média R$ 2,774 contra R$ 1,916 o etanol e, em Mato Grosso, onde o etanol vale cerca de R$ 1,968 ante R$ 2,983 o litro de gasolina.

No Estado do Paraná, deixou de ser viável usar etanol em carros flex, já que seu preço está cerca de 70,5% o valor do preço da gasolina (R$ 1,972 contra R$ 2,796).

Como dito acima, para o uso do etanol ser vantajoso, é preciso que o litro custe menos que 70% do preço do litro da gasolina. Se a proporção ultrapassar essa porcentagem, abastecer com gasolina torna-se mais mais viável financeiramente. 

Considerando as informações acima, veja na tabela abaixo, os valores do etanol e da gasolina nas 27 unidades federativas avaliadas pela ANP e a proporção entre os preços dos dois combustíveis:

Levantamento de preços*
Estados  Gasolina Etanol Variação 
Acre R$ 3,125 R$ 2,543 81,0%
Alagoas  R$ 2,785 R$ 2,291 82,2%
Amapá R$ 2,720 R$ 2,268 80,0%
Amazonas R$ 2,893 R$ 2,316 80,3%
Bahia R$ 2,824 R$ 2,193 77,6%
Ceará R$ 2,725 R$ 2,206 80,9%
Distrito Federal R$ 2,823 R$ 2,270 80,4%
Espírito Santo R$ 2,814 R$ 2,454 87,2%
Goiás R$ 2,774  R$ 1,916 69,0%
Maranhão R$ 2,704 R$ 2,237 82,7%
Mato Grosso      R$ 2,983 R$ 1,968 65,9%
Mato Grosso do Sul R$ 2,846 R$ 2,103 73,8%
Minas Gerais R$ 2,821 R$ 2,090 74,0%
Pará R$ 2,876 R$ 2,412 83,8%
Paraíba R$ 2,658 R$ 2,171 81,6%
Paraná R$ 2,796 R$ 1,972 70,5%
Pernambuco R$ 2,722 R$ 2,147 78,8%
Piauí R$ 2,631 R$ 2,321 88,2%
Rio de Janeiro R$ 2,892 R$ 2,239 77,4%
Rio Grande do Norte R$ 2,762 R$ 2,260 81,2%
Rio Grande do Sul  R$ 2,769 R$ 2,378 85,8%
Rondônia  R$ 2,952 R$ 2,367 80,1%
Roraima R$ 2,873 R$ 2,563 89,2%
Santa Catarina  R$ 2,758 R$ 2,375 87,3%
São Paulo R$ 2,656 R$ 1,837 69,1%
Sergipe R$ 2,764 R$ 2,333 84,4%
Tocantins  R$ 2,920 R$ 2,149 73,5%
Brasil R$ 2,764 R$ 1,958 70,8%
Fonte: ANP / * Por litro
Carregando...