Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.264,96
    +859,61 (+0,67%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.315,69
    -3,88 (-0,01%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,70
    +0,04 (+0,05%)
     
  • OURO

    1.785,60
    +2,70 (+0,15%)
     
  • BTC-USD

    32.562,84
    -2.788,38 (-7,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    784,04
    -66,31 (-7,80%)
     
  • S&P500

    4.224,79
    +58,34 (+1,40%)
     
  • DOW JONES

    33.876,97
    +586,89 (+1,76%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.436,65
    -52,35 (-0,18%)
     
  • NIKKEI

    28.696,33
    +685,40 (+2,45%)
     
  • NASDAQ

    14.134,75
    +4,75 (+0,03%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9746
    -0,0007 (-0,01%)
     

Estudo para privatização dos Correios revela passivo de R$ 14 bilhões

·1 minuto de leitura
Correios brasileiros têm passivo de R$ 14 bilhões. (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Correios brasileiros têm passivo de R$ 14 bilhões. (Foto: Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

Um estudo realizado por um grupo do Ministério da Economia sobre a saúde financeira dos Correios, uma das maiores estatais brasileiras, divulgado pela Exame, dá uma ideia de como estão as contas da empresa atualmente.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Finanças no Google News

Um dos pontos que chamam a atenção, e que era alvo de especulação pelo mercado, é o passivo dos Correios, que segundo o levantamento, chega a R$ 14 bilhões. Esse valor se refere a dívidas e outros encargos acumulados pela empresa nos últimos anos.

Leia também:

O valor é importante para que possíveis compradores entendam a situação das contas da empresa que podem ser “herdadas” pelo novo controlador.

Segundo o estudo, quase metade da dívida se refere a pendências financeiras com o fundo de pensão dos funcionários e o plano de saúde da empresa.

Após uma longa greve, os Correios estão no centro de uma grande discussão, que segundo o governo envolve possíveis compradores internacionais, em torno de sua privatização.

O governo chegou a divulgar que Amazon, Fedex e Magalu estariam entre as empresas interessadas numa possível compra, apesar de nenhuma dessas empresas ter confirmado oficialmente qualquer envolvimento nas negociações.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Finanças no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos