Mercado fechará em 3 h 52 min
  • BOVESPA

    129.557,45
    +790,00 (+0,61%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.274,43
    +144,55 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,57
    +0,72 (+0,99%)
     
  • OURO

    1.787,30
    +9,90 (+0,56%)
     
  • BTC-USD

    33.573,00
    +1.118,41 (+3,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    803,43
    -6,76 (-0,83%)
     
  • S&P500

    4.250,19
    +3,75 (+0,09%)
     
  • DOW JONES

    33.927,09
    -18,49 (-0,05%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.817,07
    +507,31 (+1,79%)
     
  • NIKKEI

    28.874,89
    -9,24 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    14.285,25
    +27,00 (+0,19%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9108
    -0,0090 (-0,15%)
     

Estudo de Oxford sobre DNA pode esclarecer como a COVID-19 afeta cada pessoa

·1 minuto de leitura

Por enquanto, a razão pela qual algumas pessoas são mais afetadas pela COVID-19 do que outras permanece um enigma a ser decifrado pela medicina. E um novo estudo conduzido pela Oxford pode representar um avanço para essa questão. Isso porque os pesquisadores desenvolveram um método que permite ver, com muito mais precisão, como o DNA forma estruturas em grande escala dentro de um núcleo celular.

A descoberta tem potencial para melhorar a compreensão de como as diferenças nas sequências de DNA podem levar a riscos aumentados de desenvolvimento de muitas doenças diferentes. Na prática, o método permite medir os contatos entre diferentes pedaços de DNA.

Dito de outra forma, se cada letra do DNA fosse do tamanho de um tijolo, cada célula conteria aproximadamente o número de tijolos de uma cidade (6 bilhões). Os cientistas agora são capazes de descobrir quais tijolos estão próximos uns dos outros e ver os detalhes de como o DNA forma estruturas dentro das células, quando antes eles só podiam ver a "arquitetura" do DNA na escala de pequenos edifícios.

Estudo de Oxford sobre DNA pode esclarecer como a COVID-19 afeta as pessoas de maneiras diferentes (Imagem: ktsimage/Envato)
Estudo de Oxford sobre DNA pode esclarecer como a COVID-19 afeta as pessoas de maneiras diferentes (Imagem: ktsimage/Envato)

Segundo o pesquisador que liderou o estudo, James Davies, a técnica tem potencial real para causar um impacto significativo na saúde humana. "Por exemplo, no momento sabemos que existe um fator genético variante que duplica o risco de ser gravemente afetado pelo COVID-19. No entanto, não sabemos como a variante genética torna as pessoas mais vulneráveis ​​ao COVID-19", afirma.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos