Mercado fechará em 6 h 9 min
  • BOVESPA

    108.513,52
    +137,17 (+0,13%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.992,64
    -13,47 (-0,03%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,33
    +0,83 (+1,06%)
     
  • OURO

    1.652,20
    +16,00 (+0,98%)
     
  • BTC-USD

    19.118,10
    -1.135,72 (-5,61%)
     
  • CMC Crypto 200

    436,86
    +8,08 (+1,88%)
     
  • S&P500

    3.658,15
    +10,86 (+0,30%)
     
  • DOW JONES

    29.233,40
    +98,41 (+0,34%)
     
  • FTSE

    6.958,00
    -26,59 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    17.250,88
    -609,43 (-3,41%)
     
  • NIKKEI

    26.173,98
    -397,89 (-1,50%)
     
  • NASDAQ

    11.320,25
    -13,50 (-0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1389
    -0,0210 (-0,41%)
     

Estudo indica que Azure é superior ao Google Cloud e à Amazon Web Services

Estudo sobre desempenho de serviços em nuvem publicado pela empresa de monitoramento de rede ThousandEyes revela que a plataforma Azure, da Microsoft, é muito mais estável que as concorrentes por ser a única a utilizar backbone proprietário na transmissão de dados

Segundo estudo de desempenho de serviços em nuvem publicado pela empresa de monitoramento de rede ThousandEyes, o Microsoft Azure é o melhor serviço em nuvem existente no mercado na atualidade.

De acordo com os dados mostrados no levantamento, o Azure mostrou um desempenho superior e mais estável do que do Google Cloud e do Amazon Web Services (AWS). A plataforma de Redmond também apresentou resultados mais estáveis em latência, além de menor perda de pacotes e jitter, despontando como uma opção muito mais segura para aplicações em nuvem.

A ThousandEyes coleta esses dados através do uso de métricas de performance de rede que, a cada 10 minutos, analisa dados transmitidos de 27 data centers espalhados em lugares estratégicos ao redor do mundo e que são enviados para 55 regiões de servidores em nuvem distribuídas entre os três fornecedores.

Para Archana Kesavan, gerente de marketing da ThousandEyes, a maior estabilidade da Azure acontece porque, ao contrário da Google e da Amazon, a Microsoft utiliza um backbone próprio para transportar os dados, enquanto a Google (parcialmente) e a Amazon (completamente) ainda utilizam a internet para essa tarefa, o que torna a operação bem mais instável.

Mas ainda que haja uma grande diferença na estabilidade dos três serviços, todos possuem a mesma performance em aplicações que utilizam uma arquitetura multinuvem, já que todos utilizam redes próprias para a transferência de dados nuvem-a-nuvem.

Para aqueles que quiserem mais informações, o relatório completo (em inglês) pode ser acessado no site oficial da ThousandEyes.

Fonte: Canaltech