Mercado abrirá em 1 h 8 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,46
    -1,19 (-1,41%)
     
  • OURO

    1.790,20
    -3,20 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    59.046,95
    -3.940,59 (-6,26%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.415,46
    -89,70 (-5,96%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.260,57
    -17,05 (-0,23%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    -409,53 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.532,50
    -12,50 (-0,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4521
    -0,0020 (-0,03%)
     

Estudo francês mostra que vacinas reduzem risco de covid grave em 90%

·3 minuto de leitura

Após analisar dados de saúde de mais de 22,6 milhões de pessoas com mais de 50 anos na França, um amplo estudo concluiu que o risco de morrer ou ser hospitalizado em decorrência da covid-19 diminui em pelo menos 90% após a vacinação completa. Além disso, a pesquisa observou a proteção dos imunizantes contra as novas variantes do coronavírus SARS-CoV-2, como a Delta (B.1.671.2).

Ter proteção de 90% "significa que aqueles que são vacinados têm nove vezes menos risco de serem hospitalizados ou morrer por causa da covid-19 do que aqueles que não foram vacinados”, explicou o pesquisador e epidemiologista Mahmoud Zureik.

Risco de covid-19 grave caí em pelo menos 90% com a vacinação, segundo estudo francês (Imagem: Reprodução/ Lucigerma/Envato Elements)
Risco de covid-19 grave caí em pelo menos 90% com a vacinação, segundo estudo francês (Imagem: Reprodução/ Lucigerma/Envato Elements)

De acordo com os autores, os resultados foram significativamente similares entre as três vacinas contra a covid-19 incluídas no estudo: Covishield (AstraZeneca/Oxford); ComiRNAty (Pfizer/BioNTech); e a fórmula da Moderna.

Além disso, a efetividade — eficácia da vacinação no mundo — contra as formas graves não pareceu diminuir durante o período de acompanhamento disponível, que chegou a 5 meses.

Entenda o estudo sobre as vacinas da covid-19 na França

O estudo foi realizado por um grupo de pesquisa criado pelo próprio governo da França, o Epi-Phare, e pela Agência Nacional de Segurança de Medicamentos e Produtos para Saúde (ANSM). Para chegar a essa taxa de efetividade vacinal, os pesquisadores compararam dados de 11,3 milhões de franceses vacinados com mais de 50 anos e de um grupo não imunizado no país. Os participantes dos dois grupos foram pareados quanto a idade, sexo e local de residência.

De acordo com os autores da análise, foi observada “uma redução no risco de hospitalização superior a 90%” a partir do 14º dia após a segunda dose, e uma redução semelhante no número de mortes em decorrência da infecção causada pelo coronavírus.

O estudo também verificou que a proteção contra casos graves diminui com a idade, sendo de 84% para os maiores de 75 anos. Já a efetividade, entre pessoas de 50 até 74 anos chega a 92%. Os dados foram coletados entre os dias 27 de dezembro de 2020 e 20 de julho deste ano.

Foco na forma grave da covid

Vale destacar que o estudo analisou apenas os sintomas mais graves de infecção. Isso significa que não foram gerados dados sobre a capacidade de pessoas imunizadas não se infectarem ou não transmitirem o vírus.

Em conclusão, os autores do relatório afirmam: “Todas as vacinas [estudadas] contra a covid-19 são altamente eficazes e têm um grande efeito na redução de formas graves da covid-19 entre pessoas com 50 anos ou mais que vivem atualmente na França. A pesquisa contínua do Epi-Phare nos permitirá medir a evolução dessa eficácia durante um período mais longo e estabelecer melhor os efeitos sobre a variante Delta”.

Para acessar o estudo francês completo sobre a eficácia das vacinas contra as formas graves da covid-19, clique aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos