Mercado fechado
  • BOVESPA

    114.647,99
    +1.462,52 (+1,29%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.798,38
    +658,14 (+1,26%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,66
    +1,35 (+1,66%)
     
  • OURO

    1.768,10
    -29,80 (-1,66%)
     
  • BTC-USD

    61.327,12
    -340,68 (-0,55%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.464,06
    +57,32 (+4,07%)
     
  • S&P500

    4.471,37
    +33,11 (+0,75%)
     
  • DOW JONES

    35.294,76
    +382,20 (+1,09%)
     
  • FTSE

    7.234,03
    +26,32 (+0,37%)
     
  • HANG SENG

    25.330,96
    +368,37 (+1,48%)
     
  • NIKKEI

    29.068,63
    +517,70 (+1,81%)
     
  • NASDAQ

    15.144,25
    +107,00 (+0,71%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3297
    -0,0741 (-1,16%)
     

Estudo experimental com DNA leva quatro pacientes à morte; entenda

·1 minuto de leitura

Na última semana, morreu um participante de um ensaio clínico envolvendo terapia genética experimental. No entanto, ele não foi a primeira vítima desse estudo, mas sim a quarta!

O paciente em questão desenvolveu anomalias hepáticas depois de ser tratado em um estudo clínico de uma empresa chamada BioPharma Dive. O estudo foi inicialmente interrompido após as três primeiras mortes ocorridas no ano passado, antes que a Food and Drug Administration permitisse sua continuação em dezembro de 2020. No entanto, o estudo foi interrompido novamente neste mês, quando o paciente começou a mostrar sinais de função hepática anormal.

Participantes de estudo enfrentam anormalidades hepáticas (Imagem: LightFieldStudios/envato)
Participantes de estudo enfrentam anormalidades hepáticas (Imagem: LightFieldStudios/envato)

Segundo a própria BioPharma Dive, os outros três pacientes que morreram também apresentaram anomalias hepáticas após serem tratados com doses maiores do medicamento em estudo. Dois morreram de sepse (complicação potencialmente fatal de uma infecção generalizada), enquanto o terceiro morreu de sangramento gastrointestinal.

“Iremos investigar e revisar todas as descobertas com nosso comitê independente de monitoramento de dados e nosso painel consultivo de especialistas em fígados. Os pesquisadores continuam comprometidos com o desenvolvimento”, disse a empresa, em um comunicado.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos