Mercado fechado

Estudo clínico de vacina da Johnson & Johnson foi interrompido no Brasil, diz Anvisa

Ana Paula Machado
·1 minuto de leitura

Segundo a agência, a empresa informou que o ensaio foi temporariamente interrompido devido a um evento adverso grave ocorrido em um voluntário no exterior A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou nesta terça-feira que recebeu comunicado da Janssen-Cilag Farmacêutica, braço farmacêutica da Johnson & Johnson, sobre a suspensão dos estudo clínico fase 3 para a vacina contra a covid-19. Segundo a Anvisa, a empresa informou que o ensaio foi temporariamente interrompido devido a um evento adverso grave ocorrido em um voluntário no exterior. “O estudo continuará interrompido até que haja investigação de causalidade por parte do Comitê Independente de Segurança, como parte dos procedimentos de Boas Práticas Clínicas”, diz a agência. Cheryl Gerber/AP Os ensaios clínicos dessa vacina estão sendo feitos no Brasil e, segundo a agência, a inclusão do primeiro voluntário ocorreu em 9 de outubro e novas inclusões só poderão ocorrer quando houver autorização da Anvisa. “A Anvisa procederá com a análise dos dados da investigação e decidirá pela continuidade ou interrupção permanente do estudo clínico, com base nos dados de segurança e avaliação risco e ou benefício”, diz a Anvisa.