Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.427,98
    -339,48 (-0,26%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.170,78
    +40,90 (+0,08%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,09
    +0,01 (+0,01%)
     
  • OURO

    1.775,60
    -7,80 (-0,44%)
     
  • BTC-USD

    32.526,11
    -1.526,30 (-4,48%)
     
  • CMC Crypto 200

    782,21
    -27,98 (-3,45%)
     
  • S&P500

    4.241,84
    -4,60 (-0,11%)
     
  • DOW JONES

    33.874,24
    -71,34 (-0,21%)
     
  • FTSE

    7.074,06
    -15,95 (-0,22%)
     
  • HANG SENG

    28.920,63
    +103,56 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.920,12
    +45,23 (+0,16%)
     
  • NASDAQ

    14.297,00
    +34,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9267
    -0,0018 (-0,03%)
     

Estudo aponta que consumo de peixes e vegetais pode ajudar a reduzir gravidade da Covid-19

·2 minuto de leitura
Estudo aponta que consumo de peixes e vegetais pode ajudar a reduzir gravidade da Covid-19
Estudo aponta que consumo de peixes e vegetais pode ajudar a reduzir gravidade da Covid-19

Adeptos de uma alimentação rica em vegetais e peixes podem ter menos risco de serem contaminados de forma grave pela Covid-19. Isso é o que afirma um estudo realizado entre profissionais da saúde da França, da Alemanha, da Itália, da Espanha, dos EUA e do Reino Unido.

De acordo com a pesquisa, publicada na revista científica BMJ Nutrition Prevention & Health, a dieta pode exercer um importante papel na gravidade dos sintomas e no período de duração da doença. Entretanto, os especialistas alertam que se trata apenas de um estudo observacional, não devendo ser estabelecida uma ligação de causa e efeito.

Covid-19
Rico em ômega-3, o peixe pode ser considerado um grande aliado no combate à Covid-19. Imagem: Dean Drobot – Shutterstock

Participaram do estudo mais de 2 mil médicos e enfermeiros, todos com ampla exposição ao novo coronavírus, que responderam a um longo questionário. Os participantes faziam parte de uma rede mundial de profissionais de saúde catalogados na plataforma Survey Healthcare Globus, que é voltada à pesquisa de mercado na área da saúde.

Leia mais:

Consumo exagerado de proteína animal aumenta em 400% as chances de gravidade da doença

Aqueles que responderam que tinham uma alimentação à base de plantas ou de peixe apresentavam, respectivamente, 73% e 59% menos probabilidade de infecção moderada a grave por Covid-19, em comparação aos que não seguiam essas mesmas dietas.

Segundo a pesquisa, os entrevistados que informaram fazer uma dieta pobre em hidratos de carbono e com alto teor de proteínas tinham quase quatro vezes maior probabilidade de serem infectados de forma moderada a grave.

Covid-19
Dietas com alto teor de proteína podem aumentar em quatro vezes as chances de desenvolver as formas moderadas a graves da Covid-19. Imagem: Puhhha – Shutterstock

De acordo com reportagem da revista Istoé Dinheiro, a alimentação à base de plantas é rica em nutrientes, vitaminas e minerais, substâncias essenciais para um sistema imunológico saudável. Já o consumo de peixes é uma relevante fonte de vitamina D e ômega-3, ácido graxo com propriedades anti-inflamatórias.

Como foi feita a consulta

A entrevista aconteceu de forma on-line, entre julho e setembro de 2020, com o intuito de colher informações detalhadas sobre os padrões alimentares dos entrevistados, com base num questionário de frequência de vários alimentos ingeridos durante o ano anterior e na situação de gravidade da infecção por Covid-19 que tivessem tido.

Foram recolhidas também informações pessoais, histórico médico, uso de medicamentos e estilo de vida dos participantes. A pesquisa considerou variáveis potencialmente influentes, como idade, etnia, especialidade médica e hábitos, como fumar ou fazer exercício.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos