Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,49
    +0,45 (+0,63%)
     
  • OURO

    1.763,70
    -11,10 (-0,63%)
     
  • BTC-USD

    35.495,55
    -2.296,11 (-6,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    880,79
    -59,15 (-6,29%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.103,00
    -62,50 (-0,44%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0482
    +0,0857 (+1,44%)
     

Estudo aponta que comer frutas e vegetais diminuem o estresse

·2 minuto de leitura
Estudo aponta que comer frutas e vegetais diminuem o estresse
Estudo aponta que comer frutas e vegetais diminuem o estresse

Uma pesquisa realizada pela Universidade Edith Cowan (ECU, na sigla em inglês), na Austrália, aponta que o estresse pode estar ligado à dieta e que uma alimentação rica em frutas e vegetais pode diminuir a condição de desassossego.

De acordo com o Medical Xpress, a pesquisa foi realizada com mais de 8.600 australianos entre 25 e 91 anos que participam do Estudo Australiano de Diabetes, Obesidade e Estilo de Vida (AusDiab), do Baker Heart and Diabetes Institute.

Estresse. Imagem: Shutterstock
Estudo aponta que comer frutas e vegetais diminuem o estresse. Imagem: Shutterstock

A OMS (Organização Mundial da Saúde) indica que as pessoas ingiram pelo menos 400 gramas de frutas e vegetais por dia. O estudo mostra, inclusive, que pessoas que comeram em média 470 gramas destes alimentos todos os dias apresentaram um nível de estresse 10% mais baixo que aqueles que consumiram menos de 230 gramas.

“Descobrimos que as pessoas que ingerem mais frutas e vegetais ficam menos estressadas do que aquelas que ingerem menos, o que sugere que a dieta desempenha um papel fundamental no bem-estar mental”, afirma a principal pesquisadora do estudo, Simone Radavelli-Bagatini.

Leia também!

De acordo com Radavelli-Bagatini, as frutas e vegetais são alimentos ricos em vitaminas, minerais, flavonoides e carotenoides que podem reduzir a inflamação e o estresse oxidativo, o que pode melhorar o bem-estar mental. “A inflamação e o estresse oxidativo no corpo são fatores reconhecidos que podem levar ao aumento do estresse, ansiedade e diminuição do humor”, completa.

Estresse x Saúde mental

Estudos da OMS apontam que 1 em cada 10 pessoas vive com um transtorno de saúde mental. A pandemia da Covid-19 pode ter agravado essa condição e até afetado mais pessoas, o que torna a pesquisa realizada pelo Instituto de Pesquisa em Nutrição da ECU ainda mais importante.

“O estresse de longo prazo e não administrado pode levar a uma série de problemas de saúde, incluindo doenças cardíacas, diabetes, depressão e ansiedade, então precisamos encontrar maneiras de prevenir e possivelmente aliviar os problemas de saúde mental no futuro”, diz a principal autora do futuro.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos