Mercado fechará em 5 h 30 min
  • BOVESPA

    101.993,91
    +1.230,30 (+1,22%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.648,85
    +354,02 (+0,73%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,81
    +1,24 (+1,13%)
     
  • OURO

    1.824,60
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    20.895,86
    +203,71 (+0,98%)
     
  • CMC Crypto 200

    456,72
    +6,66 (+1,48%)
     
  • S&P500

    3.907,54
    +7,43 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    31.560,37
    +122,11 (+0,39%)
     
  • FTSE

    7.353,31
    +94,99 (+1,31%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.032,25
    -8,25 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4747
    -0,0694 (-1,25%)
     

20,4 milhões de pessoas no Brasil poderiam trabalhar remotamente

Estudo aponta que 20,4 milhões de pessoas poderia trabalhar remotamente
Estudo aponta que 20,4 milhões de pessoas poderia trabalhar remotamente
  • A parcela equivale a 24,1% do total de ocupados no mercado de trabalho;

  • Esses cargos concentram 40% da massa salarial;

  • As mulheres com 58,3% ocupam a maior parte das vagas de trabalho remoto em potencial

Um levantamento realizado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) apontou que o Brasil tem cerca de 20,4 milhões de trabalhadores em ocupações que poderiam ser realizadas de forma remota. A pesquisa, divulgada nesta sexta-feira (27), também calculou que essa parcela equivale a 24,1% do total de ocupados no mercado de trabalho brasileiro concentrando cerca de 40% da massa salarial.

Em outras palavras, o restante dos 64,449 milhões empregados do país (75,9% do mercado de trabalho) geram em torno de 60% da massa salarial, mas sem oportunidade de trabalhar a distância.

O estudo se baseou em dados do primeiro trimestre do ano passado coletados pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) e Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua).

O Ipea revela os perfis profissionais que ocupam os postos de trabalho potencialmente remotos. As mulheres com 58,3%, pessoas brancas com 60%, formados no ensino superior com 62,6% e na faixa etária entre 20 e 49 anos com 71,8%, são os grupos que predominam na ocupação destes cargos.

Dentre as regiões, as vagas de teletrabalho em potencial se encontram preenchidas por 10,465 milhões de trabalhadores na região Sudeste, o equivalente a 27,7% do mercado de trabalho da região. O Sul tinha 3,566 milhões de trabalhadores com potencial para trabalhar remotamente, 25,7% dos ocupados no mercado de trabalho local, e o Centro-Oeste detinha outras 1,705 milhão de vagas com potencial para o trabalho remoto, 23,5% dos ocupados na região.

O Nordeste detinha 3,519 milhões de ocupados com potencial de teletrabalho, uma fatia de 18,5% dos ocupados no local. Já a região Norte, com o pior percentual, concentra apenas 1,208 milhão de vagas com potencial para atuação remota (17,4% de todas as ocupações existentes na região).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos