Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.513,62
    +1.085,64 (+0,85%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.558,32
    +387,54 (+0,77%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,58
    +0,28 (+0,38%)
     
  • OURO

    1.776,80
    +0,10 (+0,01%)
     
  • BTC-USD

    34.387,78
    +1.244,45 (+3,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    827,17
    +40,55 (+5,16%)
     
  • S&P500

    4.266,49
    +24,65 (+0,58%)
     
  • DOW JONES

    34.196,82
    +322,58 (+0,95%)
     
  • FTSE

    7.109,97
    +35,91 (+0,51%)
     
  • HANG SENG

    28.882,46
    +65,39 (+0,23%)
     
  • NIKKEI

    29.074,82
    +199,59 (+0,69%)
     
  • NASDAQ

    14.349,00
    -5,25 (-0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,8658
    +0,0035 (+0,06%)
     

Estudante brasileira ganha desafio global da Apple pela 5ª vez consecutiva

·1 minuto de leitura

O Brasil é novamente destaque do Swift Student Challenge, desafio global de programação criado pela Apple que avalia a criação de aplicativos que usam a linguagem de programação Swift. Pelo quinto ano seguido, a brasileira Karina Tronkos, 24, ficou em primeiro lugar no evento, que teve 350 alunos participantes.

Para vencer este ano, Karina, aluna da PUC-RJ, desenvolveu um projeto sobre biomimética, um tipo de estudo que tem como base a natureza para a criação de produtos e serviços, de modo a torná-los mais eficientes e sustentáveis. Ela teve duas semanas para criar um aplicativo ou projetos de aplicativos que utilizassem a linguagem de programação da Apple.

O projeto mais famoso de Karina, no entanto, é o Nina Talks, um perfil que reúne informações sobre o mercado de tecnologia, como bolsas de estudos, dicas, impacto da tecnologia cognitiva no UX Design, entre outras ações.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

O Swift Student Challenge é parte importante do Apple Developers Academy, programa da Maçã que está presente em países como Índia, Alemanha e Turquia. No Brasil, o projeto está presente em dez cidades, como Campinas, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo, para incentivar estudantes a desenvolverem suas habilidades e ganhar notoriedade no universo da tecnologia.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos