Mercado abrirá em 8 h 53 min
  • BOVESPA

    120.294,68
    +997,55 (+0,84%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.329,84
    +826,13 (+1,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    63,12
    -0,03 (-0,05%)
     
  • OURO

    1.738,70
    +2,40 (+0,14%)
     
  • BTC-USD

    63.303,86
    +212,80 (+0,34%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.380,37
    +4,59 (+0,33%)
     
  • S&P500

    4.124,66
    -16,93 (-0,41%)
     
  • DOW JONES

    33.730,89
    +53,62 (+0,16%)
     
  • FTSE

    6.939,58
    +49,09 (+0,71%)
     
  • HANG SENG

    28.594,84
    -305,99 (-1,06%)
     
  • NIKKEI

    29.600,60
    -20,39 (-0,07%)
     
  • NASDAQ

    13.811,00
    +12,25 (+0,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7693
    -0,0036 (-0,05%)
     

Estrelas do cinema e da música que admitiram a luta contra a depressão

Rafael Monteiro
·4 minuto de leitura
Adele, Jim Carrey, Lady Gaga: eles falam abertamente sobre a luta contra a depressão (reprodução)
Adele, Jim Carrey, Lady Gaga: eles falam abertamente sobre a luta contra a depressão (reprodução)

A depressão é uma doença que atinge mais de 300 milhões de pessoas no mundo, de acordo com a Organização Mundial de Saúde. Mesmo com fama e dinheiro, artistas do cinema e da música não fogem dessa estatística. 

Relembramos abaixo alguns atores e cantoras do pop que admitiram publicamente lutar contra a doença. Ao revelarem o problema em entrevistas, eles certamente deram a sua contribuição para uma sociedade com mais saúde mental.

Leia também:

Jim Carrey

Photo by: KGC-324-RC/STAR MAX/IPx 2020 1/28/20 Jim Carrey at the premiere of 'Sonic the Hedgehog' in Berlin, Germany.
Jim Carrey sorri para os fotógrafos na première de "Sonic: O Filme" (2020) (AP)

O ator sofreu com depressão após a morte sua ex-namorada Cathriona White, que cometeu suicídio em 2015. Acusado pela família de White de ter sido um dos responsáveis pela morte dela, Carrey entrou em depressão e buscou refúgio na pintura, como mostrou o documentário "I Needed Color", lançado em 2017. “Eu tive depressão durante anos, mas hoje, quando a chuva vem, ela passa rápido. Não fica o suficiente para me sobrepor”, disse o artista na época do lançamento do filme.

Jon Hamm

Jon Hamm arrives at the 2020 AFI Awards at the Four Seasons on Friday, Jan. 3, 2020 in Los Angeles. (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP)
Jon Hamm, de óculos, posa para as câmeras dos fotógrafos (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP)

O ator teve a crise de depressão mais séria da sua vida aos 20 anos, quando perdeu o pai. Dez anos antes, a sua mãe havia morrido, vítima de um câncer estomacal." Eu enfrentei essa doença e poderia ter me perdido, estava bem mal. Mas eu fiz terapia e, honestamente, os antidepressivos me ajudaram. É bom poder mudar o seu cérebro para querer acordar cedo e ir trabalhar ao invés de dormir o dia todo", revelou o astro da série "Mad Men" ao jornal The Observer.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Adele 

FILE - Adele arrives at the 59th annual Grammy Awards on Feb. 12, 2017, in Los Angeles. The singer will share custody of her 8-year-old son and won’t be paying child support to her now-ex-husband Simon Konecki. The couple separated in August of 2019, and Adele filed for divorce the following month. A Los Angeles judge finalized the divorce last week. (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP, File)
De vestido verde, Adele posa para as câmeras dos fotógrafos durante a cerimônia do Grammy, em 2017 (Photo by Jordan Strauss/Invision/AP, File)

A cantora sofreu com um problema comum entre as mulheres: a depressão pós-parto. "Eu tive uma depressão pós-parto muito ruim depois que eu tive o meu filho, e isso me assustou. O meu conhecimento sobre pós-parto é que você não quer estar com a sua criança. Você fica preocupada em machucar o seu filho, você fica preocupada se está fazendo o certo. No entanto, eu era obcecada com o meu filho. Eu me sentia muito incapaz”, disse ela à Vanity Fair. À mesma revista, ela explicou que luta contra a doença há muitos anos. "Eu tenho um lado muito escuro. Eu sou muita propensa à depressão. Eu posso entrar e sair dela muito facilmente. Isso começou quando o meu avô morreu, quando eu tinha cerca de 10 anos. Ao mesmo tempo que eu nunca tive pensamentos suicidas, eu já estive em terapia, muito", explicou.

Lady Gaga

FEBRUARY 27th 2021: French Bulldogs Gustav and Koji have been recovered and returned safely to Lady Gaga following their abduction on February 24th. - FEBRUARY 25th 2021: Lady Gaga offers a $500,000 reward for the return of her two stolen French Bulldogs, Gustav and Koji after they were abducted on Wednesday evening, February 24th, in West Hollywood, California. Ryan Fischer, assistant to Lady Gaga, was walking the dogs at the time and is now hospitalized after suffering gunshot wounds in the incident. - File Photo by: zz/Galaxy/STAR MAX/IPx 2019 2/24/19 Lady Gaga at the 91st Annual Academy Awards (Oscars) presented by the Academy of Motion Picture Arts and Sciences on February 24, 2019 in Hollywood, California, USA.
Com cabelo platinado e vestido preto, Lady Gaga posa para os fotógrafos na cerimônia do Oscar, em 2019 (File Photo by: zz/Galaxy/STAR MAX/IPx 2019 2/24/19)

Lady Gaga sempre falou abertamente sobre os seus problemas de saúde mental. Em entrevista à rede de televisão norte-americana CBS, a cantora deu mais detalhes sobre os seus problemas com a depressão. Segundo ela, a fama acabou se tornando um gatilho para pensamentos suicidas no início da sua carreira. "Eu tinha pensamentos suicidas todos os dias. Realmente não entendia por que deveria viver a não ser que fosse pela minha família. Esse foi um pensamento e um sentimento reais, por que eu deveria ficar por aqui?", lembrou ela.

Demi Lovato

In this image from video, Demi Lovato performs during a Celebrating America concert on Wednesday, Jan. 20, 2021, part of the 59th Inauguration Day events for President Joe Biden sworn in as the 46th president of the United States. (Biden Inaugural Committee via AP)
De cabelo curto, Demi Lovato na cerimônia de posse do atual presidente dos Estados Unidos, Joe Biden (Biden Inaugural Committee via AP)

Em entrevista ao podcast 'Yeah No, I’m Not OK' neste ano, a cantora revelou que usava drogas em períodos mais turbulentos da sua vida para fugir de pensamentos provocados pela depressão. "Da mesma forma que isso quase me matou, às vezes salvou minha vida, porque houve momentos em que lidei com ideias suicidas", disse ela. "Recorri a esses mecanismos porque realmente estava com tanta dor que não queria morrer e não sabia mais o que fazer", completou.

Ouça o Pod Assistir, podcast de filmes e séries do Yahoo:

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.