Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    -0,58 (-0,79%)
     
  • OURO

    1.778,90
    -4,00 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    32.382,60
    +755,26 (+2,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    764,65
    -29,68 (-3,74%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.309,76
    -179,24 (-0,63%)
     
  • NIKKEI

    28.884,13
    +873,20 (+3,12%)
     
  • NASDAQ

    14.268,50
    +138,50 (+0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9198
    -0,0555 (-0,93%)
     

Estrela desaparecida? Astrônomos buscam entender o que aconteceu com o corpo celeste

·2 minuto de leitura
Estrela desaparecida? Astrônomos buscam entender o que aconteceu com o corpo celeste
Estrela desaparecida? Astrônomos buscam entender o que aconteceu com o corpo celeste

Astrônomos reencontraram estrela que está a 25 mil anos-luz da Terra e que desapareceu há meses. E agora, os cientistas querem descobrir o motivo para o sumiço repentino do corpo celeste brilhante.

Os responsáveis por localizar a estrela denominada VVV-WIT-08 acreditam que ela possa pertencer a uma nova classe de estrela gigantes 100 vezes maiores que o Sol que são eclipsadas por um misterioso corpo orbital uma vez a cada poucas décadas, o que explicaria os desaparecimentos.

Galáxia
Estrela desaparecida? Astrônomos buscam entender o que aconteceu com o corpo celeste. Créditos: Shutterstock

Essa não é a primeira vez que uma estrela desaparece, ou tem seu brilho ofuscado. No entanto, o caso da VVV-WIT-08 foi uma das quedas de luz mais profundas já relatada. De acordo com os astrônomos, algum planeta rodeado por um disco de poeira ou outra estrela pode ter coberto o campo de visão terrestre.

Sergey Koposov, astrônomo da Universidade de Edimburgo, na Escócia, apontou que recentemente foi possível observar um “grande e alongado objeto escuro” que ainda não se conhece a origem.

O desaparecimento da estrela também foi relado pelo Experimento de Lente Gravitacional Óptico usando o Telescópio de Varsóvia no Chile, o que comprova que o corpo celeste realmente escureceu.

Leia também!

De acordo com os dados relatados, a estrela teve seu brilho diminuído em quase 97% durante 200 dias.

Os cientistas agora querem saber o que são os corpos que cobriram a estrela. Acredita-se que eles possam estar gravitacionalmente ligados, devido a densidade de objetos necessária para o alinhamento casual dos corpos na região ser maior que o normal observado.

“Certamente há mais a ser descoberto, mas o desafio agora é descobrir o que são os companheiros ocultos e como eles foram cercados por discos, apesar de orbitarem tão longe da estrela gigante”, afirmou o o astrônomo da Universidade de Cambridge, Leigh Smith.

Via: ScienceAlert

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos