Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.523,47
    -1.617,17 (-1,47%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    54.049,05
    +174,14 (+0,32%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,23
    -2,65 (-3,49%)
     
  • OURO

    1.877,70
    -53,10 (-2,75%)
     
  • BTC-USD

    23.377,93
    +55,69 (+0,24%)
     
  • CMC Crypto 200

    535,42
    -1,43 (-0,27%)
     
  • S&P500

    4.136,48
    -43,28 (-1,04%)
     
  • DOW JONES

    33.926,01
    -127,93 (-0,38%)
     
  • FTSE

    7.901,80
    +81,64 (+1,04%)
     
  • HANG SENG

    21.660,47
    -297,89 (-1,36%)
     
  • NIKKEI

    27.509,46
    +107,41 (+0,39%)
     
  • NASDAQ

    12.616,50
    -230,25 (-1,79%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5385
    +0,0488 (+0,89%)
     

Estrela "órfã" é encontrada se afastando de seu sistema

Uma equipe de astrônomos observou o sistema HH 24 com seis diferentes telescópios. Ao combinar observações em diferentes comprimentos de onda, eles identificaram os processos de formação estelar e os impactos das interações violentas uma com a outra que formam o complexo.

O interior desta região é formado por uma nuvem densa de gás e poeira que abriga pelo menos sete objetos conhecidos. Eles são pequenos, quentes e densos, mas ainda não chegaram à etapa de evolução que permitirá a fusão do hidrogênio em seus núcleos.

Um deles parece estar chegando a uma etapa crítica deste lmite, e poderá se tornar uma estrela propriamente dita a qualquer momento. De qualquer forma, o sistema de sete estrelas “bebês” é de grande instabilidade, de modo que elas interagem uma com a outra violentamente.

Componentes protoestelares do sistema HH 24 destacados (Imagem: Reprodução/Reipurth et al.)
Componentes protoestelares do sistema HH 24 destacados (Imagem: Reprodução/Reipurth et al.)

A instabilidade do sistema rendeu também a "expulsão" de alguns objetos. Um deles é uma protoestrela tão pequena que, por pouco, não foi classificada como anã marrom. Ela está se afastando do núcleo do sistema a cerca de 25 km/s, o que sugere que se tornou "órfã" há cerca de 5.800 anos. Nos próximos milhares de anos, outras estrelas podem se juntar a ela.

Ao que tudo indica, há cinco jatos expelidos do núcleo central de HH 24. Eles foram envolvidos pelas linhas do campo magnético formado por gás e poeira, que direciona parte do gás ao redor da estrela e forma estes jatos. Juntos, eles se estendem por pelo menos cinco anos-luz do núcleo da estrela.

Em meio a tantos processos turbulentos, há ainda esperança da existência de planetas ali: os astrônomos identificaram pequenos discos protoplanetários ao redor de cinco das estrelas, sendo que alguns têm pequenos espaços que sugerem a presença de planetas jovens em formação.

Se eles sobreviverem às interações com as estrelas, que devem ocorrer ao longo dos próximos milhares de anos, podem até se manter ali e formar novos sistemas planetários.

O artigo com os resultados do estudo foi publicado no repositório online arXiv, sem revisão de pares.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: