Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.968,69
    +519,59 (+0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Estragos do novo coronavírus comparados com outros vírus mortais

·3 min de leitura
Memorial em tributo aos quase 300.000 mortos por covid-19 no México, na Cidade do México, em 29 de outubro de 2021 (AFP/Alfredo ESTRELLA)

O total de vítimas da pandemia da covid-19 está perto de superar cinco milhões de mortos e já é muito superior ao da maioria das epidemias virais dos séculos XX e XXI, com notáveis exceções como a terrível "gripe espanhola" e a aids.

Confira abaixo algumas comparações:

- Vírus surgidos no século XXI -

O total de óbitos pelo coronavírus é muito maior do que o das epidemias de vírus que surgiram no século XXI.

Em 2009, a gripe A (H1N1), chamada de "gripe suína", causou oficialmente 18.500 mortes. Este total foi revistado para cima, posteriormente, pela revista médica The Lancet, situando-o em entre 151.700 e 575.400 mortes.

Outro coronavírus que disparou alarme mundial foi o da Síndrome Respiratória Aguda Grave (Sars, na sigla em inglês), que apareceu na China e deixou 774 mortos entre 2002-2003.

- Epidemias gripais -

O balanço da covid-19 é comparado, com frequência, ao das gripes sazonais, que deixam milhares de mortos a cada ano sem ocupar muitas manchetes.

"Em todo mundo, estas epidemias anuais causam cerca de 5 milhões de casos graves e deixam entre 290.000 e 650.000 mortos", lembra a Organização Mundial da Saúde (OMS).

No século XX, duas grandes pandemias de gripe ligadas a novos vírus - a pandemia de 1957-58, chamada de "asiática", e a de 1968-70, batizada de "gripe de Hong Kong" - provocaram, cada uma, cerca de um milhão de mortes, segundo cálculos divulgados "a posteriori".

A grande gripe de 1918-1919, que surgiu de um novo vírus e foi rotulada como "espanhola", matou entre 50 e 100 milhões de pessoas em três "ondas", conforme as últimas estimativas publicadas no início dos anos 2000.

- Vírus tropicais -

O balanço provisório do novo coronavírus já é muito superior ao do ebola.

Desde 1976, o ebola causou cerca de 15.300 mortes, apenas na África. Embora este vírus seja mais letal do que o Sars-Cov-2, levando ao óbito cerca de 50% dos pacientes, segundo a OMS, é muito menos contagioso.

Registrada entre agosto de 2018 e junho de 2020 na República Democrática do Congo, a última grande epidemia de ebola deixou cerca de 2.300 mortos.

Outros vírus tropicais, como a dengue (que pode causar a morte em sua forma grave), apresentam, no entanto, menor taxa de mortalidade.

Transmitida por mosquitos e em avanço há 20 anos, a dengue, por exemplo, deixou 4.032 mortos, de acordo com os últimos dados da OMS (de 2015).

- Hepatite e aids -

Ainda sem uma vacina eficaz 40 anos após seu surgimento, a aids já causou a morte de quase 36,3 milhões de pessoas, ou seja, sete vezes mais do que a covid-19, que é muito mais recente.

Graças à generalização das terapias antirretrovirais, o número anual de vítimas da aids diminuiu desde o pico registrado em 2004, de 1,7 milhão de mortes. Em 2020, o número de mortos chegou a 680.000, conforme a UNAIDS.

Transmitidos pela corrente sanguínea, os diferentes tipos de vírus da hepatite também causam estragos. Todo o ano, mais de um milhão de pessoas morrem de hepatite B e C, que provocam cirrose, ou câncer de fígado, especialmente nos países mais pobres.

ot-jah/cds/ia/mab/me/mar/grp/mar/zm/tt

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos