Mercado fechado

Estoques de petróleo dos EUA medidos pelo DoE caem mais do que o previsto

Valor

Volume recuou o equivalente a 2,549 milhões de barris na semana passada, ante expectativa de queda de 1,1 milhão Os estoques de petróleo nos EUA caíram o equivalente a 2,549 milhões de barris na semana encerrada em 10 de janeiro, a 428,511 milhões, de acordo com dados com ajuste sazonal divulgados hoje pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês). A expectativa de consenso, em levantamento do "The Wall Street Journal" junto a analistas, era de queda de 1,1 milhão de barris.

De acordo com os dados oficiais do DoE, os estoques de gasolina subiram o correspondente a 6,678 milhões de barris na semana passada, a 258,287 milhões de barris, ante expectativa de alta de 3,2 milhões de barris.

Os estoques de destilados - que incluem diesel e óleo para calefação - subiram em 8,171 milhões de barris, a 147,221 milhões, ante expectativa de que haveria alta de 1,1 milhão de barris.

Dados divulgados ontem pelo Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) haviam apontado alta de 1,1 milhão de barris na última semana.

Após a divulgação dos dados de estoques nos Estados Unidos, os preços do petróleo aceleraram o ritmo de queda.

Por volta de 12h45, os contratos futuros do Brent para março operavam em queda de 1,23%, negociados a US$ 63,70 o barril na ICE, em Londres, enquanto os preços do WTI para entrega em fevereiro caíam 1,22%, a US$ 57,52 o barril na Bolsa de Mercadorias de Nova York (Nymex).