Mercado fechado

Estoques de petróleo dos EUA caem mais que o esperado, aponta DoE

Valor

Segundo o Departamento de Energia, os estoques caíram o equivalente a 4,856 milhão de barris na semana encerrada no dia 29 de novembro Os estoques de petróleo nos Estados Unidos caíram o equivalente a 4,856 milhão de barris na semana encerrada no dia 29 de novembro, a 447,096 milhões, de acordo com dados com ajuste sazonal divulgados nesta quarta-feira (4) pelo Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês). A expectativa de consenso, em levantamento do "Wall Street Journal" junto a analistas, era por queda de 1,5 milhão de barris na semana passada.

De acordo com os dados oficiais do DoE, os estoques de gasolina subiram o correspondente a 3,385 milhões de barris na semana passada, a 229,363 milhões de barris, ante expectativa de alta de 1,1 milhão de barris no período.

Os estoques de destilados — que incluem diesel e óleo para calefação — subiram em 3,063 milhões de barris, a 119,469 milhões, ante expectativa de que haveria alta de 400 mil barris na semana.

Dados divulgados na tarde de terça (3) pelo Instituto Americano de Petróleo (API, na sigla em inglês) haviam apontado queda de 3,7 milhões de barris na última semana, com alta de 2,9 milhões de barris nas reservas de gasolina, além de uma alta de 794 mil barris nos estoques de destilados.

Após a divulgação dos dados, as referências global e americana dos contratos futuros de petróleo mantiveram a trajetória de alta que apresentavam desde o início da sessão desta quarta. Os preços também são impulsionados pela expectativa de que os países membros da Opep e seus aliados vão apoiar a extensão nos cortes de produção da commodity na reunião que ocorrerá em Viena, na Áustria, nesta quinta (5) e sexta (6).