Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    55.214,06
    +690,38 (+1,27%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Estes são os principais métodos de proteção de data centers

·3 min de leitura

Data centers são parte importante de qualquer negócio, já que é neles que informações críticas e processamento de dados ocorre. Com isso, muitos criminosos os tem como alvos, o que torna a proteção deles algo de extrema importância.

A pandemia da covid-19, desde seu começo em 2020, mudou a forma que o trabalho é feito, com muitos funcionários trabalhando diretamente de casa. Esses trabalhadores, muitas vezes, tem necessidade de acessar dados dos data centers das empresas e, como estão vindo de redes diferentes das corporativas, podem apresentar ameaças para as informações sensíveis armazenadas nessas máquinas.

Para a ODATA, provedora brasileira de serviços de data center, uma das melhores proteções possíveis para essas máquinas é o Colocation, processo que envolve a disponibilização de infraestrutura física para hospedar servidores de empresas em data centers alugados.

Ambientes preparados com Colocation são equipados com soluções tecnológicas que o protegem de invasões físicas, falhas humanas e desastres naturais, além de contarem com diversas camadas de proteção física, como biometria, automação e monitoramento, além de treinamento de equipes especializadas para prevenir as ameaças físicas.

Os principais pontos de uma infraestrutura Colocation são os seguintes:

  • Para proteção para ameaças físicas: Rondas de segurança em salas com provedores de internet, torres de resfriamento, entre outras áreas da infraestrutura do Data Center devem ser feitas em intervalos fixos, por equipe com treinamento especializado; 

  • Para a monitoração de ambientes: câmeras, autenticação multifator para dispositivos de acesso e monitoramento 24x7 são algumas das medidas a serem tomadas para segurança do local. A sala de servidores é o ponto que mais exige atenção e além dos dispositivos de controle é necessária uma lista de acessos das pessoas autorizadas.

  • Para evitar ameaças humanas: oferecer um treinamento adequado para os colaboradores responsáveis para evitar problemas que podem parecer simples, como desligar acidentalmente um sistema, mas que podem causar grandes danos para os clientes atendidos pelo data center.

Dicas gerais de proteção a data centers

Além da implementação da Colocation, existem outros processos que podem ser feitos por empresas para ajudarem na proteção dos data centers:

  • Manter o data center limpo: Para obter êxito em limpeza e organização, há necessidade de se estabelecer uma rotina de manutenção mensal, evitando acúmulo de poeira e cabos desorganizados fora das guias do rack;

  • Backup: O backup pode ser feito automaticamente ou manualmente. Se for automático, é importante criar uma rotina de verificação mensal ou semanal, evitando assim a perda de dados importantes;

  • Controle de acesso: Esse controle pode ser simples como a disponibilização de chaves dos locais e racks especiais conforme o nível de autonomia de cada profissional credenciado, ou sofisticado, a partir da utilização de tecnologias específicas, como autenticação de acesso com cartões ou biometria e gerenciamento de visitas;

  • Uso de geradores ou nobreaks: apesar de não atuarem diretamente na proteção dos dados em um data center, eles são importantes para manter os sistemas de segurança, como câmeras ou portas, em atividade no caso de falta de energia;

  • Redundância: dados especiais cuja disponibilidade ou perda podem representar sérios prejuízos à empresa devem ter redundância, ou seja, duplicação, tanto dos equipamentos de processamento quanto dos destinados à proteção, como nobreaks e ar-condicionados.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos