Mercado fechará em 5 mins
  • BOVESPA

    129.227,26
    +821,91 (+0,64%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.346,39
    +26,82 (+0,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,52
    +1,88 (+2,62%)
     
  • OURO

    1.783,10
    +14,10 (+0,80%)
     
  • BTC-USD

    32.446,49
    -2.991,40 (-8,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    787,32
    -63,03 (-7,41%)
     
  • S&P500

    4.225,64
    +59,19 (+1,42%)
     
  • DOW JONES

    33.900,91
    +610,83 (+1,83%)
     
  • FTSE

    7.062,29
    +44,82 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.489,00
    -312,27 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    28.010,93
    -953,15 (-3,29%)
     
  • NASDAQ

    14.114,50
    +79,50 (+0,57%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9839
    -0,0522 (-0,86%)
     

Estelionatários se passam por vendedores e comercializam panelas de luxo falsas em Manaus

·2 minuto de leitura

RIO — Panelas falsificadas vêm sendo comercializadas por golpistas em supermercados, shoppings e no aeroporto de Manaus, enganando consumidores, em geral idosos. A Polícia Civil do Amazonas emitiu um alerta nesta sexta-feira, dia 14, para evitar que a população caia no golpe.

De acordo com a Delegacia Especializada em Crimes contra o Consumidor (Decon), os estelionatários se passam por vendedores e enganam as vítimas apresentando os utensílios como sendo de marcas de luxo e alto padrão, com alta durabilidade.

O delegado Eduardo Paixão, titular da Decon, disse que, para dar mais veracidade ao golpe, os criminosos alegam que as panelas são de cerâmica na parte interior e revestidas por aço. No mercado, um jogo original da mesma marca custa em torno de R$ 3 mil a R$ 6 mil.

— Segundo relato das vítimas, os vendedores são extremamente persuasivos e, após um longo processo de negociação, acabam convencendo às vítimas a realizarem a compra, inclusive oferecem brindes, descontos e várias vantagens. Mas ao testarem os produtos em casa, às vítimas, geralmente idosos, percebem que são falsificados, pois ao esquentar o óleo, elas queimam por baixo, porque o aço não é original — alertou Paixão.

O delegado aconselhou que as vítimas registrem ocorrência em qualquer delegacia e solicitem a perícia da panela, além de pedir ao banco ou cartão de crédito para a compra ser cancelada por meio da comprovação de que houve golpe. Segundo Paixão, a análise das imagens de câmeras de segurança pode ser de grande utilidade na identificação dos golpistas.

— As denúncias da população são fundamentais para localizar esses golpistas que estão agindo em Manaus. Esses produtos falsificados e sem inspeção causam risco para centenas de consumidores, já que estão completamente impróprios para o uso. O velho golpe retorna com novas abordagens e com uma nova marca de panelas — ressaltou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos