Mercado abrirá em 1 h 57 min
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,55
    +3,40 (+4,99%)
     
  • OURO

    1.800,40
    +12,30 (+0,69%)
     
  • BTC-USD

    56.892,24
    +2.533,60 (+4,66%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.421,79
    -33,62 (-2,31%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.102,05
    +58,02 (+0,82%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.175,00
    +124,00 (+0,77%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2887
    -0,0598 (-0,94%)
     

Este jogo tem universo com 18 quintilhões de planetas exploráveis

·4 min de leitura

Se você acompanha os lançamentos de games, provavelmente já conhece No Man's Sky. O jogo se tornou um marco para o mercado de games quando lançou, em 2016, uma aventura de exploração espacial em 18 quintilhões de planetas diferentes, gerados por uma fórmula matemática.

Se o assunto do momento é a criação de um metaverso — mundo virtual que tenta replicar a realidade em ambientes digitais — por parte de empresas como Facebook e Microsoft, nos games, No Man's Sky imagina o quão extenso é o cosmos. O jogo apresenta quintilhões de mundos únicos, mais precisamente 18.446.744.073.709.552.000 deles.

A aventura de ficção científica e sobrevivência espacial utiliza uma fórmula procedural para determinar os detalhes de cada planeta, como características de sua atmosfera, do solo e até mesmo de formações rochosas. Tudo é combinado a partir de matemática. A fórmula desenvolvida pelo estúdio Hello Games, uma pequena empresa do Reino Unido, considera um conjunto de regras na hora de gerar um planeta, de forma que esse universo mantenha uma coerência para o jogador.

Planetas mais próximos do Sol, por exemplo, tendem a ser estéreis. Os mais distantes, são mais frios e vão exigir que o astronauta no controle se equipe apropriadamente para a exploração. Alguns outros mundos são grandes armadilhas, com radiação extrema ou outros riscos que matam qualquer um em segundos. Mais de dois anos após o lançamento, o game ganhou suporte a dispositivos de realidade virtual, para deixar a aventura ainda mais imersiva.

Atmosfera, vegetação e formações rochosas de um mundo são determinadas por fórmula matemática (Imagem: Divulgação/Hello Games)
Atmosfera, vegetação e formações rochosas de um mundo são determinadas por fórmula matemática (Imagem: Divulgação/Hello Games)

Os desenvolvedores de No Man’s Sky estimam que o jogador vai precisar de pelo menos 585 bilhões de anos para ver todos os mundos gerados pela máquina. A extensão de cenários criados pela fórmula é tão imensa, que é praticamente improvável que duas pessoas desembarquem no mesmo mundo, no mesmo período — pelo menos aleatoriamente.

Isso porque o jogo também ganhou uma função multiplayer em 2018. O espaço multijogador permite que até 8 jogadores nos consoles ou 32 astronautas na versão de PC realizem missões de desbravamento em conjunto. Toda vez que um jogador for o primeiro a visitar um planeta ou o primeiro a identificar uma espécie animal, ele será registrado como o descobridor e poderá até escolher um nome para o local ou para a criatura.

Dentro do videogame, cada planeta visitado é gerado no momento em que a aterrissagem é definida. Sair do mundo faz com que tudo se desfaça. O jogo foi configurado desta forma para poupar o espaço interno dos consoles e PCs com os quintilhões de planetas.

Universo de No Man’s Sky não fica guardado; planetas são gerados durante aterrissagem do jogador (Imagem: Reprodução/pineapplenate/Hello Games)
Universo de No Man’s Sky não fica guardado; planetas são gerados durante aterrissagem do jogador (Imagem: Reprodução/pineapplenate/Hello Games)

A ideia de explorar o universo de No Man’s Sky foi pensada para dar liberdade absoluta. A equipe da Hello Games queria apresentar um desafio constante de sobrevivência enquanto você viaja entre as estrelas.

É possível plantar, construir e interagir com vidas e vilas dentro de cada mundo. As criaturas também são geradas proceduralmente, com tamanhos, formas, cores e comportamentos muito variados. O objetivo inicial do game é chegar até o centro do universo.

Um lançamento conturbado

No Man's Sky conta atualmente com planetas povoados de vida e funções que permitem os jogadores se aventurarem juntos por esse universo. No entanto, o título da Hello Games nem sempre foi assim. Apesar dos primeiros trailers exibirem cenários lindos, com complexos sistemas de fauna e flora, o título estreou em agosto de 2016 bem diferente do que foi prometido.

No começo, os planetas de No Man's Sky estavam vazios. Os espaços eram preenchidos por poucas espécies selvagens que não reagiam à presença do jogador e poucas opções de interação com os cenários. A situação mudou ao longo dos anos, com o trabalho constante da Hello Games em lançar diversas atualizações gratuitas que melhoraram e adicionaram conteúdo ao game. No Man's Sky já recebeu 17 updates e expansões que trouxeram novas espécies de fauna e flora, construção de base, montaria e até cidades inteiras.

Frontiers, o último grande pacote de conteúdo lançado em setembro, melhorou o sistema de construção de bases e apresentou as colônias. Na mecânica, o jogador pode interagir e até se tornar uma espécie de prefeito de verdadeiras cidades nos mundos da aventura.

A população de uma colônia depende do jogador para gerenciar as finanças, tomar decisões políticas e partir para a resolução de conflitos. Cada colônia é gerada processualmente, com prédios únicos, layout, cores e decoração diferentes.

No Man’s Sky está disponível para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series e PC.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos