Mercado fechado
  • BOVESPA

    120.348,80
    -3.131,73 (-2,54%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.892,28
    -178,63 (-0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,04
    -1,53 (-2,86%)
     
  • OURO

    1.827,70
    -23,70 (-1,28%)
     
  • BTC-USD

    37.162,38
    +144,10 (+0,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    701,93
    -33,21 (-4,52%)
     
  • S&P500

    3.768,25
    -27,29 (-0,72%)
     
  • DOW JONES

    30.814,26
    -177,26 (-0,57%)
     
  • FTSE

    6.735,71
    -66,25 (-0,97%)
     
  • HANG SENG

    28.573,86
    +77,00 (+0,27%)
     
  • NIKKEI

    28.519,18
    -179,08 (-0,62%)
     
  • NASDAQ

    12.759,00
    -142,00 (-1,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3926
    +0,0791 (+1,25%)
     

Este é o piercing que todo mundo está fazendo nesta temporada; veja

Natália Eiras
·2 minuto de leitura

Usar uma diversidade de acessórios nas orelhas não é uma tendência nova. O visual já bomba nas redes sociais há algum tempo. Mas, por conta desse look, um tipo de piercing se tornou o queridinho das mais antenadas: o conch piercing.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Feito na concha da orelha, o brinco “abraça” a parte molinha dessa parte do corpo e garante um detalhe discreto, mas descolado.

O body piercer Mateus Ache Nolla, do estúdio Inkore Tattoo, em São Paulo (SP), diz que este piercing ganhou destaque porque ele ainda era “desconhecido” pela maior parte das pessoas. “Além de ele permitir o uso de joias maiores”, fala o especialista. De acordo com ele, a argola é um sucesso entre seus clientes.

E a joia não precisa ser lisa. Há versões com brilhos, mais grossas, com desenhos, bolinhas e vazadas. Com a variedade de opções, é possível conseguir vários tipos de visuais com apenas uma perfuração.

Porém, antes de você sair correndo para um estúdio fazer um furo, é preciso que você leve que não sairá de lá linda e bela com uma argola. “Elas são recomendadas apenas para atualizar perfurações já curadas. O ideal é perfurar com joalherias mais simples e retas, que minimizará atritos e maiores movimentações do corpo estranho na ‘ferida’ recém-aberta”, pontua Mateus Ache Nolla. Até lá, será necessário algum tempo limpando, hidratando a perfuração com soro fisiológico para que ela cicatrize sem grandes percalços.

Há, ainda, uma ideia de que o piercing na concha da orelha doeria mais do que o usual. Segundo Mateus, isso não é completamente verdade, uma vez que depende muito do profissional e da pessoa que está tendo a orelha furada. “Algumas pessoas tem maior sensibilidade, outras maior resistência. Vai do profissional saber quais instrumentais são mais adequados para cada anatomia, assim como modelos de joias mais indicados”, afirma.

Outra alternativa é investir em joias que não precisam ter a orelha perfurada e que se adaptem à região seja por pressão ou com um mecanismo de mola. A grife Swarovski, por exemplo, tem um acessório para quem quer aderir ao visual sem sentir dor.

Assine agora a newsletter Yahoo em 3 Minutos

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube