Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.872,45
    +257,61 (+0,47%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Este dispositivo dá banho nos testículos e controla a fertilidade do homem

·2 min de leitura

Em busca de uma alternativa à pílula anticoncepcional feminina e os possíveis efeitos colaterais deste método, a designer alemã Rebecca Weiss criou o protótipo contraceptivo portátil para uso exclusivo dos homens. A invenção recebeu o nome de COSO e concorre ao prêmio de design internacional James Dyson.

Pensado para o uso doméstico, o dispositivo deve garantir aos homens uma espécie de infertilidade temporária e reversível. Além disso, não é necessário o uso de qualquer hormônio: o indivíduo precisa apenas dar um "banho nos testículos".

Como funciona o dispositivo?

Para funcionar, a pessoa precisa, literalmente, colocar os testículos dentro do equipamento e, em seguida, preenchê-lo com água e deixar o líquido aquecer. Por fim, a espermatogênese — produção de espermatozoides — do homem será suprimida pela ação de um ultrassom acoplado no aparelho.

Em outras apalavras, este anticoncepcional masculino produz estímulos através do ultrassom e, dessa forma, suprime a ação dos espermatozoides temporariamente. Eles perdem a motilidade no processo, ou seja, ficam menos ativos e não conseguem fertilizar o óvulo.

Histórico da invenção contraceptiva masculina

"Cerca de um ano atrás, fui diagnosticada com câncer de colo do útero devido à contracepção com a pílula", explicou a criadora do aparelho. “Depois disso, a contracepção hormonal não era mais uma opção. Quando meu parceiro e eu estávamos procurando um método alternativo, ficamos sabendo da falta de contraceptivos masculinos", conta.

"O problema não é exclusivo. Afeta muitos outros [casais] também. Isso também é evidente na crescente discussão pública atual sobre a falta de alternativas anticoncepcionais. Portanto, decidi lidar com o desenvolvimento de uma nova abordagem anticoncepcional para homens em minha tese de mestrado em Desenho Industrial na Universidade Técnica de Munique", detalha Weiss sobre os motivos que a levaram a desenvolver o dispositivo.

Após ganhar a etapa alemã do prêmio James Dyson — e seguir para a final internacional —, a inventora planeja testar a viabilidade do dispositivo, mas, para isso, ainda precisa levantar fundos que financiem os testes clínicos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos