Mercado fechará em 2 h 50 min
  • BOVESPA

    103.892,41
    +1.976,95 (+1,94%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.454,84
    +756,12 (+1,52%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,77
    +2,59 (+3,91%)
     
  • OURO

    1.788,30
    +11,80 (+0,66%)
     
  • BTC-USD

    58.833,52
    +1.628,77 (+2,85%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.498,75
    +29,67 (+2,02%)
     
  • S&P500

    4.641,81
    +74,81 (+1,64%)
     
  • DOW JONES

    34.941,54
    +457,82 (+1,33%)
     
  • FTSE

    7.151,36
    +91,91 (+1,30%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.371,75
    +221,25 (+1,37%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3696
    -0,0004 (-0,01%)
     

Este carro voador de altíssima velocidade pode ultrapassar os 700km/h

·1 min de leitura

A Bell, icônica fabricante norte-americana de helicópteros, está criando um carro voador de altíssima velocidade para atender o uso urbano e, talvez, militar. O projeto, que tem como base o famoso helicóptero militar V-22 Osprey, poderia alcançar velocidades que superiores a 700 km/h, muito mais do que modelos que também estão em desenvolvimento, como os eVTOLs (veículos elétricos voadores com decolagem vertical) da Embraer e Volocopter, além do futurista Leo Coupe, que espantou muita gente ao prometer alcançar 400km/h.

O diferencial do carro voador da Bell é que, em vez de elétrico, ele teria os mesmos motores que equipam seu irmão militar, com rotores que podem se mexer e apontar para diferentes direções de modo a tornar sua dirigibilidade ainda mais eficiente. Tecnicamente, porém, seu funcionamento seria bem parecido com o de um helicóptero, mas com a diferença de poder ser comandado remotamente, tal qual os demais carros voadores em desenvolvimento.

Segundo Jeff Nissen, chefe do projeto HSVTOL (veículo de alta velocidade com decolagem vertical), é possível que a Bell faça um carro voador com origem militar e transfira as tecnologias para o uso civil. Já sobre seu funcionamento, ele afirma que a disposição do rotores daria mais versatilidade e agilidade ao produto. "O HSVTOL tem rotores para decolagem e pouso que permitem downwash baixo e a capacidade de pairar como um helicóptero", disse Nissen em entrevista ao Robb Report.

(Imagem: Divulgação/Bell)
(Imagem: Divulgação/Bell)

O projeto do HSVTOL da Bell ainda está no papel e em algumas renderizações, mas a promessa é de que ele seja o carro voador mais rápido do mundo quando for lançado, com velocidade máxima de 740 km/h e capacidade de percorrer grandes distâncias.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos