Mercado abrirá em 5 h 35 min
  • BOVESPA

    106.419,53
    -2.295,02 (-2,11%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.206,59
    +372,79 (+0,72%)
     
  • PETROLEO CRU

    83,75
    -0,90 (-1,06%)
     
  • OURO

    1.789,00
    -4,40 (-0,25%)
     
  • BTC-USD

    60.812,39
    -1.520,64 (-2,44%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,53
    -24,62 (-1,64%)
     
  • S&P500

    4.574,79
    +8,31 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    35.756,88
    +15,73 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.277,62
    +54,80 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    25.594,27
    -444,00 (-1,71%)
     
  • NIKKEI

    29.098,24
    -7,77 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    15.563,75
    +18,75 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4582
    +0,0041 (+0,06%)
     

Este bloqueador de propagandas do Chrome na verdade injeta anúncios em sites

·2 minuto de leitura

Com a grande quantidade de anúncios em páginas da internet, muitos usuários usam extensões de navegadores para bloquear as propagandas. Porém, uma dessas ferramentas, disponível na Chrome Web Store, o AllBlock Chromium, além de bloquear os ads, injeta links afiliados sem as pessoas saberem, gerando assim renda para os desenvolvedores.

O AllBlock Chromium se promove como um bloqueador de anúncios com foco no Youtube e no Facebook, com sua principal função sendo acelerando a navegação do usuário a partir do bloqueio dos comerciais.

Mas pesquisadores da Imperva descobriram que a extensão, na verdade, está fazendo uma campanha de injetar propagandas que faz com que endereços legítimos redirecionem para links afiliados pelos desenvolvedores da ferramenta.

Injeção de propagandas é o processo de inserir anúncios ou links em páginas da internet onde eles não podem ser encontrados normalmente, permitindo que os responsáveis por esses comerciais possam gerar renda.

O método que essa extensão usa para se promover ainda é desconhecido, e a Imperva, em seu relatório, afirma acreditar que os golpistas também devem utilizar outras ferramentas disponíveis na Web Store do Chrome para obtenção de maiores lucros.

Na tarde de quinta (14), o AllBlock ainda estava disponível na Web Store do Chrome.
Na tarde de quinta (14), o AllBlock ainda estava disponível na Web Store do Chrome.

Essa extensão é mais uma prova de que os usuários devem ficar atentos com quais ferramentas estão instalando em seus navegadores e computadores. Mesmo que o AllBlock tenha excelente avaliações de usuários, já que a função prometida de bloqueio de propagandas funciona bem, ele ainda está fazendo coisa por trás de seus usuários.

Na tarde desta quinta (14), o AllBlock Chromium ainda se encontrava disponível na Web Store do Chrome. O Canaltech entrou em contato com a assessoria de imprensa do Google perguntando sobre a extensão, mas até a publicação desta matéria não havíamos recebido uma resposta.

Semelhança com adware Pbot

O funcionamento da injeção de propagandas do AllBlock Chromium é semelhante ao script usado em uma série de domínios maliciosos descobertos pela Imperva em agosto de 2021.

O script, quando executado, envia endereços legítimos para um servidor remoto e, em seguida, recebe uma lista de domínios para redirecionamento que são disponibilizadas para os visitantes. Caso o usuário clique nele, ele é levado para uma página diferente, normalmente usada para obtenção de renda pelos desenvolvedores a partir de acessos.

O relatório da Imperva, por fim, afirma também ter encontrado evidências que conectam o AllBlock Chromium com o adware Pbot, usado desde 2018 que, após infectar máquinas, força a exibição de anúncios lucrativos para seus responsáveis.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos