Mercado fechado

Este é o 1º estado brasileiro a ter 50% da população totalmente vacinada

·3 minuto de leitura

Após o início da vacinação nacional contra o coronavírus SARS-CoV-2 em janeiro deste ano, o Brasil já tem o primeiro estado a vacinar, de forma completa — duas doses ou imunizante de dose única —, mais de 50% da sua população. Nesta quinta-feira (16), o Mato Grosso do Sul conta com 50,47% dos seus habitantes completamente imunizados contra a covid-19.

Em postagem nas redes sociais, o governo do Mato Grosso do Sul comemorou a marca histórica para a vacinação contra a covid-19 e o controle da pandemia. "Atingimos a marca de mais de 50% de sul-mato-grossenses totalmente imunizados. Estamos vencendo a batalha contra o coronavírus, vacina a vacina. Se você ainda não se vacinou, vem vacinar também", destacou o governo.

De acordo com os dados coletados pelo Consórcio de veículos de imprensa, os outros quatro estados brasileiros também lideram as taxas de imunização completa contra a covid-19 no Brasil. São eles, em ordem decrescente: São Paulo, com 47,44%; Rio Grande do Sul, com 42,05%; Espírito Santo, com 38,77%; Paraná, com 36,29%; e Santa Catarina, com 35,33%.

Agora, na lanterninha da imunização contra o coronavírus, estão os seguintes estados, em ordem crescente: Roraima, com 14,52%; Amapá, com 18,54%; Tocantins, com 26,22%; Acre, com 26,57%; e Rondônia, com 27,42%.

Mato Grosso do Sul é o primeiro estado brasileiro a vacinar, de forma completa, mais de 50% da população (Imagem: Reprodução/Alexstand/Envato Elements)
Mato Grosso do Sul é o primeiro estado brasileiro a vacinar, de forma completa, mais de 50% da população (Imagem: Reprodução/Alexstand/Envato Elements)

Para alcançar esses indicadores de imunização, os estados brasileiros adotam quatro vacinas contra a covid-19: a Covishield (AstraZeneca/Oxford/Fiocruz); a CoronaVac (Sinovac/Butatan); a ComiRNAty (Pfizer/BioNTech); e a fórmula da Janssen (Johnson & Johnson).

Qual é a porcentagem ideal de vacinação contra a covid-19?

Os indicativos de vacinação contra a covid-19 são bastante positivos em todo o país, no entanto, ainda há uma alta circulação do agente infeccioso pelo país. Dessa forma, medidas de prevenção devem ser respeitadas por todos, incluindo os que receberam as duas doses ou o imunizante de dose única. Isso significa que evitar aglomerações, manter o distanciamento social, adotar o uso de máscaras e de álcool em gel são práticas fundamentais para manter a saúde.

Por outro lado, já foi verificado que as vacinas, quando aplicadas de forma massiva, podem representar a queda no número de hospitalizações e controle da doença. O estudo do Instituto Butantan, em Serrana, no interior de São Paulo, apontou para a necessidade de se imunizar pelo menos 75% da população para cortar a transmissão do coronavírus.

Na cidade de Serrana, a vacina CoronaVac foi usada em praticamente toda a população adulta e as mortes em decorrência do coronavírus caíram em 95%. Este é o indicativo de que, conforme a vacinação avança no país, como é possível ver no exemplo de Mato Grosso do Sul, mais tranquila — e segura — será a retomada.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos