Mercado fechará em 1 h 11 min
  • BOVESPA

    106.264,29
    -98,81 (-0,09%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.565,30
    -149,30 (-0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,45
    -0,21 (-0,25%)
     
  • OURO

    1.802,60
    +3,80 (+0,21%)
     
  • BTC-USD

    61.166,56
    +2.296,08 (+3,90%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.483,49
    +64,12 (+4,52%)
     
  • S&P500

    4.587,23
    +35,55 (+0,78%)
     
  • DOW JONES

    35.671,52
    +180,83 (+0,51%)
     
  • FTSE

    7.249,47
    -3,80 (-0,05%)
     
  • HANG SENG

    25.555,73
    -73,01 (-0,28%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.736,00
    +148,75 (+0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5387
    +0,1140 (+1,77%)
     

Estados Unidos devolvem ao Iraque antiga tabuleta de Gilgamesh

·1 minuto de leitura
A tabuleta de Gilgamesh e a escultura de uma ovelha de 5.000 anos, exibidas em Washington, em 23 de setembro de 2021 (AFP/SAUL LOEB)

Uma tabuleta de 3.500 anos, que narra a epopeia de Gilgamesh, foi devolvida ao Iraque nesta quinta-feira (23) depois de ter sido roubada há três décadas e importada ilegalmente aos Estados Unidos.

"Para mim, significa restituir a autoestima e a confiança na sociedade iraquiana", disse o ministro iraquiano da Cultura, Hassan Nazim, durante a cerimônia de devolução, em Washington.

Apesar de pequena, a peça tem um imenso valor cultural e histórico. Contém partes da "Epopeia de Gilgamesh", considerada uma das obras literárias mais antigas da história da humanidade.

"É uma história que influiu em todas as grandes religiões monoteístas, deixando marcas também na Ilíada e na Odisseia", disse a Diretora-geral da Unesco, Audrey Azoulay.

"Sua repatriação em si é uma história de proporções épicas", disse o secretário de Justiça Auxiliar dos Estados Unidos, Kenneth Polite.

Acredita-se que a obra de argila tenha sido roubada de um museu iraquiano em 1991, durante a primeira Guerra do Golfo, e reapareceu na Grã-Bretanha em 2001, segundo Polite.

Um comerciante de arte americana a comprou de uma família jordaniana radicada em 2003 em Londres e enviou a peça aos Estados Unidos sem declarar sua verdadeira natureza na alfândega.

Em seguida, foi vendida a antiquários em 2007 por 50.000 dólares com um certificado de origem falsa e depois, em 2014, por 1,67 milhão de dólares dos proprietários da rede de artesanatos Hobby Lobby.

Um curador preocupou-se com as origens da tabuleta em 2017 devido à falta de documentação e finalmente foi apreendida em 2019.

O Ministério da Cultura do Iraque pediu a outras organizações que esquadrinhem os artefatos de procedência duvidosa.

O Iraque teve seu acervo saqueado por décadas, inclusive após a invasão americana em 2003.

chp/caw/bfm/ag/gm/mvv

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos