Mercado abrirá em 24 mins
  • BOVESPA

    98.657,65
    +348,53 (+0,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    37.655,45
    -221,04 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    40,98
    +0,15 (+0,37%)
     
  • OURO

    1.908,20
    -3,50 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    11.805,78
    +748,77 (+6,77%)
     
  • CMC Crypto 200

    238,48
    +4,81 (+2,06%)
     
  • S&P500

    3.426,92
    -56,89 (-1,63%)
     
  • DOW JONES

    28.195,42
    -410,89 (-1,44%)
     
  • FTSE

    5.901,72
    +17,07 (+0,29%)
     
  • HANG SENG

    24.569,54
    +27,28 (+0,11%)
     
  • NIKKEI

    23.567,04
    -104,09 (-0,44%)
     
  • NASDAQ

    11.725,75
    +75,50 (+0,65%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,6043
    +0,0054 (+0,08%)
     

Estado de SP registra redução nas mortes por Covid-19 em agosto, diz governo

Ana Letícia Leão
·2 minutos de leitura
Estado de São Paulo tem 826.331 casos confirmados de coronavírus e 30.673 óbitos em decorrência da doença
Estado de São Paulo tem 826.331 casos confirmados de coronavírus e 30.673 óbitos em decorrência da doença

O governo de São Paulo informou, nesta quarta-feira, que o estado registrou queda no número de mortes por Covid-19 em agosto, na comparação com o mês de julho. Segundo o secretário de Saúde, Jean Gorinchteyn, essa é a primeira vez desde o início da pandemia que um determinado mês soma menos óbitos por coronavírus em relação ao mês anterior.

— A pandemia dá sinais de queda em São Paulo. Houve uma redução de 14,8% em comparação com julho. Foram 7.017 óbitos em agosto, contra 8.234 no mês anterior. É o primeiro mês com queda de mortes desde o início da pandemia — explicou o secretário da Saúde, em coletiva de imprensa.

Em março, foram somadas 136 mortes por Covid. Em abril, 2.239. Já em maio, o número passou a 5.240. No mês seguinte, 7.148 pessoas perderam a vida em decorrência da doença. Julho registrou, até então, um pico no número de óbitos por Covid: 8.234.

Apesar do atual registro de queda nas mortes em São Paulo, o governo demonstrou preocupação com a chegada do feriado nacional de 7 de Setembro, na próxima segunda-feira. Segundo o governador João Doria, no último final de semana 200 mil veículos foram para o litoral do estado. Houve muita aglomeração em praias, calçacões e bares.

— Tudo que nós não queremos é reverter os bons índices. O feriado prolongado é muito preocupante, dadas as circunstâncias do que vimos no fim de semana anterior. Ficar sem máscara é condenável. Fazemos apelos a prefeitos para que adotem providências restritivas e contem com apoio da Polícia Militar de São Paulo, além da utilização dos serviços de Vigilância Sanitária e da fiscalização das Guardas Municipais — afirmou Doria.

A média móvel semanal de mortes diárias por coronavírus começou a cair pela primeira vez em 90 dias em todo o país. Saindo de aproximadamente 1 mil mortes por dia, há uma semana o número apresenta queda, e fechou o ontem em 859 mortes no Brasil.