Mercado abrirá em 3 h 43 min
  • BOVESPA

    119.710,03
    -3.253,98 (-2,65%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.748,41
    -906,88 (-1,83%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,73
    -1,35 (-2,04%)
     
  • OURO

    1.813,90
    -8,90 (-0,49%)
     
  • BTC-USD

    50.219,42
    -6.691,01 (-11,76%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.358,39
    -205,44 (-13,14%)
     
  • S&P500

    4.063,04
    -89,06 (-2,14%)
     
  • DOW JONES

    33.587,66
    -681,50 (-1,99%)
     
  • FTSE

    6.859,06
    -145,57 (-2,08%)
     
  • HANG SENG

    27.718,67
    -512,37 (-1,81%)
     
  • NIKKEI

    27.448,01
    -699,50 (-2,49%)
     
  • NASDAQ

    12.952,00
    -46,50 (-0,36%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4178
    +0,0123 (+0,19%)
     

Estado de saúde de menino baleado na Vila Aliança permanece grave

O Globo
·1 minuto de leitura

RIO — Permanece grave o estado de saúde de Kaio Guilherme da Silva Baraúna, de 8 anos, atingido por uma bala perdida na cabeça na última sexta-feira, na Vila Aliança, em Bangu, Zona Oeste do Rio. O menino está internado no Hospital municipal Pedro II, em Santa Cruz, também na Zona Oeste. A unidade é referência em neurocirurgia.

Mãe de Kaio, a professora Thais Silva, de 29 anos, disse que os dois estavam em uma festa infantil que acontecia em espaço aberto, com cerca de 30 crianças e outros três adultos, também docentes. Por volta das 16h30, o menino estava na fila para pintura de rosto quando, de repente, caiu no chão com a cabeça sangrando.

Devido ao distanciamento entre as crianças, Thais descartou a hipótese de que o filho teria sido empurrado por algum coleguinha e batido a cabeça em uma pedra. Ela também afirma que não havia confronto na região. Um vizinho, que é socorrista, ajudou a levar Kaio às pressas para o hospital.