Estabilidade deve marcar abertura de bolsas em NY

As bolsas de Nova York devem abrir perto da estabilidade nesta quarta-feira. Não se esperam grandes novidades sobre as discussões do "abismo fiscal" na véspera de um dos feriados mais aguardados nos Estados Unidos, o Dia de Ação de Graças, seguido pela Black Friday, dia de compras com descontos no comércio. No pré-mercado, o índice Dow Jones futuro subia 0,05% às 12h15 (pelo horário de Brasília), enquanto o Nasdaq ganhava 0,14% e o S&P 500 avançava 0,17%.

Na Europa, o dia começou com o anúncio de que os ministros de Finanças da zona do euro não chegaram a um acordo sobre uma nova tranche de ajuda financeira à Grécia. Uma nova reunião foi marcada para a próxima segunda-feira (26) para se continuar as discussões. Esse anúncio, segundo um operador, chegou a fazer o Dow Jones ter pequena queda no pré-mercado. "A situação na Europa ainda é muito ruim, especialmente na Espanha, e ainda vai repercutir muito nos mercados financeiros", disse o economista da Asianomics Limited, Jim Walker.

Nos EUA, os pedidos de auxílio-desemprego totalizaram 410 mil na semana passada, pouco abaixo da expectativa do mercado, que previa 418 mil, segundo economistas consultados pela Dow Jones. A queda nos pedidos, de 41 mil na semana, é atribuída ao impacto da passagem do furacão Sandy pela Costa Leste dos EUA. Já a provedora de dados Markit informou nesta quarta-feira que o índice de atividade dos gerentes de compra (PMI, na sigla em inglês) do setor industrial dos EUA subiu para 52,4 na leitura preliminar de novembro, de 51,0 no resultado final de outubro. Também nesta quarta-feira devem ser anunciados o índice de confiança da Universidade de Michigan (12h55) e os indicadores antecedentes do Conference Board.

No mundo corporativo, o dia tem poucos anúncios de resultados e algumas redes varejistas são destaques no pré-mercado às vésperas das da Black Friday, principal data para o comércio americano. Nesta quarta-feira, a rede varejista Macy's faz evento no pregão da Bolsa de Valores de Nova York (NYSE), tocando o sino de abertura da sessão para marcar o início de suas promoções para vendas do final do ano.

Já a Apple tinha alta de 0,33% às 12h15. A fabricante do Iphone e iPad também anunciou que fará vendas com descontos a partir da meia-noite de sexta-feira (23) em suas lojas e pela internet.

O destaque negativo no varejo é o papel da Best Buy, que caía 0,92% no pré-mercado. Ontem, as ações da rede de varejo tiveram queda de 13,02%, uma das maiores baixas do pregão, influenciadas pelo anúncio de um resultado ruim no trimestre. A empresa teve prejuízo de US$ 10 milhões, ante lucro de US$ 156 milhões no mesmo período do ano passado. Além disso, a companhia anunciou uma previsão menor para seu fluxo de caixa.

Carregando...