Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.093,88 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,94 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,17
    +0,26 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.802,10
    -3,30 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    34.482,14
    +746,69 (+2,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    786,33
    -7,40 (-0,93%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,20 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    27.321,98
    -401,86 (-1,45%)
     
  • NIKKEI

    27.548,00
    +159,80 (+0,58%)
     
  • NASDAQ

    15.091,25
    +162,75 (+1,09%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1216
    +0,0014 (+0,02%)
     

Esta empresa faz apps para fieis se conectarem com suas igrejas preferidas

·1 minuto de leitura

Quem disse que religião não combina com inovação? A startup brasileira inChurch aposta em criar apps e sites personalizados para igrejas, e conseguiu agora R$ 5 milhões para expandir o negócio. O salto de fé veio de uma rodada privada de investimentos. A Smart Money Ventures forneceu a maior parte, seguidada Eduzz, plataforma para vendas de produtos digitais.

O grande plano da companhia, fundada em 2017 no Rio de Janeiro, é "revolucionar a gestão de organizações religiosas". Além de aplicativos para celulares e sites, a inChurch produz totens de autoatendimento, onde os fiéis podem se inscrever para eventos, realizar doações em crédito, débito ou dinheiro, fazer pedidos de oração e outras funções. Vende ainda uma maquininha que aceita as bandeiras dos principais cartões.

App inChurch. Imagem: Divulgação
App inChurch. Imagem: Divulgação

Outro recurso tecnológico que ganhou moral na pandemia são as lives de arrecadação. A startup também realiza este serviço com recurso multiplicador de audiência, isto é, que dispara automaticamente postagens e alertas no app, site e redes sociais da igreja.

Segundo os números divulgados pela própria inChurch, ela tem 700 mil usuários cadastrados. A projeção é de obter mais 2 milhões de usuários nos próximos quatro meses. Diz também possuir mais de 870 denominações diferentes como clientes, com mais de 30 mil igrejas.

“Vamos investir pesado em inovação e qualidade, para que a solução se torne ainda mais relevante para essas organizações, seus membros e visitantes, e para isso abrimos dezenas de vagas, inclusive para trabalho remoto”, afirma Pedro Franco, co-CEO da inChurch.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos