Mercado abrirá em 4 h 49 min
  • BOVESPA

    108.843,74
    -2.595,62 (-2,33%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,65
    -750,06 (-1,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,43
    +1,14 (+1,62%)
     
  • OURO

    1.760,70
    -3,10 (-0,18%)
     
  • BTC-USD

    43.197,61
    -1.678,13 (-3,74%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.083,94
    -50,45 (-4,45%)
     
  • S&P500

    4.357,73
    -75,26 (-1,70%)
     
  • DOW JONES

    33.970,47
    -614,41 (-1,78%)
     
  • FTSE

    6.973,02
    +69,11 (+1,00%)
     
  • HANG SENG

    24.262,40
    +163,26 (+0,68%)
     
  • NIKKEI

    29.839,71
    -660,34 (-2,17%)
     
  • NASDAQ

    15.151,50
    +142,00 (+0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2897
    +0,0450 (+0,72%)
     

Está chovendo empregos de TI na Índia, mas falta gente qualificada

·2 minuto de leitura
Data scientists. Male programmer using laptop analyzing and developing in various information on futuristic virtual interface screen. Algorithm. marketing and deep learning of artificial intelligence
Empresas até pagam para candidatos fazerem teste, mesmo se não passarem (Getty Images)
  • Está sobrando vaga para profissionais de TI na Índia

  • Empresas brigam por candidatos

  • São oferecidos até mimos, como moto BMW e bônus

No mercado de trabalho indiano faltam profissionais qualificados para a área de TI (Tecnologia da Informação) e sobra vaga. Assim, quem tem experiência é alvo de um cabo de guerra das empresas para ver quem fica com o candidato premiado. As informações são do Times of India.

Leia também:

Para atrair profissionais, companhias oferecem bônus, motocicletas BMW, iPhones e jornada flexível. Até pelo teste para entrar na empresa eles estão recebendo, mesmo se não passarem. 

Com a falta de gente apta para a função, as empresas se desdobram para oferecer melhores ofertas, já que outras corporações também foram atrás dessas pessoas. 

Situação do mercado de trabalho

Na consultoria de talentos Han Digital, são agendadas mais de mil entrevistas por semana, segundo o CEO, Saravanan Balasundaram. Ele conta que, dessas, apenas 600 acontecem e somente 75 pessoas são contratadas. 

Já na TeamLease Digital, o vice-presidente e chefe de negócios da empresa de equipes de TI disse que a demanda de talentos das empresas de TI era de 5 mil no trimestre encerrado em abril, mas pulou para 20 mil no trimestre encerrado em junho.

Segundo Anurag Gupta, CEO da equipe de TI da First Meridian Business Services, os primeiros dois meses da pandemia no ano passado foram caóticos, com muitas empresas dispensando talentos em antecipação à demanda reduzida. Entretanto, ele conta que nos últimos três meses a demanda aumentou muito. “Nossos clientes que trabalhavam com orçamentos mais enxutos estão abrindo suas carteiras para preencher as vagas ”, disse ele.

Vijay Sivaram, CEO de equipe de TI na empresa de recrutamento Quess, disse que as organizações estão vendo que entre 30 e 50% das pessoas a quem fazem ofertas não estão aceitando. 

Uma técnica que está sendo utilizada para fazer com que os entrevistados tenham menos tempo para negociar com outras empresas é só entrevistar candidatos em aviso prévio, segundo Kamal Karanth, cofundador da empresa de Recursos Humanos Xpheno. Assim o número de rodadas de entrevista cai.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos