Mercado fechará em 1 h 28 min
  • BOVESPA

    114.072,83
    +1.790,55 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.518,45
    +180,11 (+0,35%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,24
    +1,01 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.751,20
    -27,60 (-1,55%)
     
  • BTC-USD

    44.827,36
    +926,34 (+2,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.123,57
    +14,65 (+1,32%)
     
  • S&P500

    4.462,18
    +66,54 (+1,51%)
     
  • DOW JONES

    34.856,56
    +598,24 (+1,75%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.328,00
    +164,50 (+1,08%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2256
    +0,0168 (+0,27%)
     

Estúdio de Outriders ainda não recebeu pagamento pelo lançamento do jogo

·2 minuto de leitura

O shooter Outriders pode não estar se saindo tão bem em vendas como aguardava a Square Enix. Em sua revelação de resultados financeiros, a desenvolvedora People Can Fly afirma ainda não ter recebido o pagamento relacionado ao primeiro trimestre do jogo no mercado, após sua chegada em abril. Seria uma indicação de que o título ainda não vendeu o bastante para cobrir os custos do lançamento.

De acordo com nota aos investidores, publicada pelo estúdio, o acordo com a Square Enix para lançar Outriders determina que o pagamento dos royalties à desenvolvedora seria feito apenas depois que os ganhos com o título cobrissem o investimento feito pela Square Enix no lançamento. Como nenhum depósito relacionado ao segundo trimestre de 2021 foi feito, a People Can Fly conclui que o jogo ainda não gerou lucros.

A estimativa da produtora é que Outriders vendeu de dois milhões a três milhões de unidades desde o lançamento, um total que não teria sido suficiente para cobrir os custos de divulgação e distribuição. Sem citar nomes, Sebastian Wojciechowski, presidente da People Can Fly, indica que os gastos com licenciamento para disponibilizar o game em diferentes plataformas, assim como outras despesas envolvidas no lançamento, podem ter elevado os custos, mas diz preferir não especular.

O executivo afirma que a produtora analisará a questão e divulgará novas informações assim que possível, além de garantir aos investidores que os pagamentos relacionados a Outriders serão feitos ainda em 2021. Wojciechowski admite que a notícia de que o primeiro cheque ainda não chegou pode ser desapontadora, enquanto ressalta que o engajamento com o título segue em alta.

Um dos principais motivos da alta movimentação de jogadores foi o lançamento no Xbox Game Pass, citado pela Square Enix como responsável por um total de 3,5 milhões de pessoas jogando Outriders apenas no primeiro mês de disponibilidade. O total excedeu as expectativas da distribuidora, apesar de o game ter tido uma queda perceptível na sequência — de acordo com dados do site Steam Charts, que rastreia a popularidade de jogos na plataforma para PC, o total de usuários caiu mais de 32% entre julho e agosto, refletindo uma baixa que vem acontecendo desde a chegada do título.

Lançado para PlayStation 4, PlayStation 5, Xbox One, Xbox Series X, Series S, Stadia e PC, Outriders é um shooter em terceira pessoa com elementos de RPG. A história futurista e apocalíptica coloca o jogador em um mundo devastado pela crise climática, no qual a humanidade busca colonizar um planeta distante como última salvação para se manter viva; o protagonista está 30 anos após essa esperança, descobrindo que a tentativa falhou e, quem restou, está em guerra tanto entre si como contra criaturas selvagens que habitam o lugar.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos