Está indeciso? Veja 4 motivos para recusar uma oferta de emprego

SÃO PAULO - Nem todas as oportunidades são únicas e é por isso que você não deve se sentir obrigado a aceitar qualquer oferta de emprego que bata à sua porta. Se aceitá-lo significa sair de condições difíceis ou de se manter, isso é uma coisa. Mas, se sua situação permite ser exigente, os consultores de carreira sugerem que você deva seguir à risca esse comportamento. Ainda está em dúvida se aceita o emprego ou não? O site Glassdoor lista quatro motivos para você recusar um emprego:

1. Não seja um “vira-lata” em sua carreira
Há trabalhos que são realizados por pessoas que se satisfazem por apenas ter um emprego, e não por acreditarem no impacto dele em sua carreira futura. Se o trabalho está fora do seu plano de carreira, especialistas advertem considerar a recusa. “Você corre o risco de ter um desvio em sua carreira”, afirma a co-fundadora de uma empresa de coaching, Pamela Skillings. “Você tem que pensar como essa oportunidade afetará suas perspectivas futuras e a oportunidade seguinte”.

Afinal, esse emprego te proporcionará novas oportunidades, conhecimento ou maiores responsabilidades?

2. Dinheiro é o único item que interessa
Ganhar um salário alto é bom sinal, mas se só esse item é interessante nesse emprego, cuidado. “O dinheiro por si só é a pior razão para ter um emprego, a não ser que esteja passando fome”, diz o presidente da empresa Wyatt & Jaffe, Mark Jaffe. Por outro lado, se você aceitar um emprego mal remunerado, também pode ocasionar um ressentimento e amargura ao passar dos meses. “Se você sente que você está aceitando algo muito abaixo do mercado ou sentir como se estivesse trabalhando muitas horas, pode definitivamente mudar de emprego", diz Skilings.

3. Você não respeita seu chefe
Grandes empresas compartilham algo em comum: grandes líderes. As pessoas querem trabalhar para alguém que os inspirem e alguém de respeito. Se você não respeita seu superior, algo não funciona nesse ciclo. “Se você não respeita a pessoa pelo seu trabalho, modo de agir ou por seus valores, os sinais indicam que a empresa tem um problema de cultura interna”, analisa Skillings.

4. Você tem vergonha de trabalhar lá
Trabalhadores realizados têm orgulho da empresa em que atuam. Afinal, sua carreira se torna uma extensão de você. Se, pelo contrário, tem vergonha de contar aos seus amigos ou familiares sobre a oferta, já um mau sinal. “Baixo prestígio deve ser um sinal de alerta”, afirma Jaffe. “A cultura e os valores da empresa têm de estar alinhados com os seus. Por exemplo, uma pessoa que tem consciência ambiental não suportará trabalhar para uma empresa de petróleo nem por um mês”.

Carregando...