Mercado abrirá em 7 h 49 min
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,94
    +0,96 (+1,30%)
     
  • OURO

    1.759,00
    +7,30 (+0,42%)
     
  • BTC-USD

    44.189,06
    +1.916,78 (+4,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.101,31
    -1,75 (-0,16%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.259,75
    +67,59 (+0,28%)
     
  • NIKKEI

    30.209,97
    -38,84 (-0,13%)
     
  • NASDAQ

    15.367,50
    +48,75 (+0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2570
    +0,0014 (+0,02%)
     

Esse app quer você arrume um emprego perto da sua casa. E no estilo Tinder

·4 minuto de leitura

Não é exatamente uma novidade quem, com a crise na economia, arrumar um emprego atualmente no Brasil se mostra uma tarefa das mais ingratas. Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios — Pnad Contínua — divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), apontaram uma taxa de desemprego no país de 14,6% no primeiro trimestre do ano. Ou seja, com exceção da área de Tecnologia, há muito mais gente buscando uma ocupação do que as empresas vêm oferecendo.

Mas a tecnologia está aí para dar uma mão. Se sites de emprego e redes sociais como o LinkedIn já são uma realidade consolidada para tentar uma oportunidade nas empresas, agora é a vez dos aplicativos entrarem cena para ajudar na tarefa. E um deles é o "Pesquisa Vagas", que usa inteligência artificial (IA) para conectar vagas e pessoas de acordo com perfil, salário e, o mais interessante, localização.

Trabalhando perto de casa

Desenvolvido pela JobConvo, startup de recrutamento, seleção e admissão digital, o app está disponível para iOS (iPhone) e Android. Por meio do chatbot, os candidatos cadastram dados pessoais, experiências profissionais e formação acadêmica. As vagas disponíveis aparecem na home e o interessado pode rejeitar aquelas que não interessam, arrastando a tela para a esquerda, ou, caso haja interesse na oportunidade, candidatar-se, arrastando a tela para a direita, no melhor estilo Tinder.

Em entrevista ao Canaltech, Ronaldo Bahia, CEO e fundador da JobConvo, afirma que, na questão da geolocalização, o app permite que o candidato filtre vagas em um raio de quilômetros a partir de um endereço ou de sua localização. "Com isso, é possível encontrar vagas que estejam mais próximas da sua residência", afirmou o executivo. "Hoje, o app contempla oportunidades de emprego em 116 cidades, sendo que nosso plano é expandir para todos os municípios onde nossos clientes tenham vagas disponíveis.

App permite que o candidato encontre vagas de emprego mais próximos de sua residência (Captura de Tela: Rui Maciel)
App permite que o candidato encontre vagas de emprego mais próximos de sua residência (Captura de Tela: Rui Maciel)

E além de rastrear as vagas mais próximas da sua residência, o "Pesquisa Vagas" permite também o compartilhamento dessas oportunidades via WhatsApp, além de receber notificações quando algum recrutador enviar mensagens pelo app.

Facilidade para o RH das empresas

O "Pesquisa Vagas também pode facilitar a vida dos departamentos de Recursos Humanos das empresas. Bahia destaca que a grande vantagem de receber os currículos dos candidatos pelo app é que os profissionais do RH podem filtrar as oportunidades por critérios relacionados à localização e habilidades técnicas.

"E isso com uma experiência de uso melhor, pois a construção destas informações é orientada através de perguntas. Desta forma as informações mais relevantes estão ali, o que permite agilidade ao contratante para evoluir os processos de recrutamento, seleção e admissão", explica o executvo. "Os critérios de triagem são dados tanto pelos candidatos, como pelas empresas. Assim, aqueles que se aproximem mais da demanda das empresas saem com mais possibilidade de evoluir no processo de seleção de cada oportunidade".

Atualmente, as vagas anunciadas no app são dos clientes da JobConvo, sendo que ele funciona como mais um canal de distribuição das oportunidades. Hoje, são mais de 60 empresas com oportunidades em vários estados do Brasil. E para utilizar a plataforma como canal de contratação, as companhas precisam contratar um dos planos da startup. Hoje, é possível encontrar vagas de empresas como Adecco, Deloitte, HCOR, Petz e Sotreq, mas o plano é oferecer a solução a outras organizações, o que deve acontecer a partir de 2022. A HRtech afirma também que o aplicativo já reúne 3.000 candidatos e mais de 400 incluídos nos processos seletivos ativos.

Candidatura "estilo Tinder" e chatbot do Pesquisa Vagas: uso de IA para conectar empresas e candidatos (Captura de Tela: Rui Maciel)
Candidatura "estilo Tinder" e chatbot do Pesquisa Vagas: uso de IA para conectar empresas e candidatos (Captura de Tela: Rui Maciel)

Vagas mais buscadas

O CEO da JobConvo explica que, atualmente, as vagas com mais candidatos, anunciadas a partir do aplicativo, são de estágio, jovem aprendiz e assistente administrativo. E que esses resultados correspondem às expectativas da startup nesse primeiro momento:

“Nosso objetivo é ampliar a oferta de vagas operacionais em mais ferramentas de busca e alcançar aquele profissional que, por não ter formação superior, acredita que não é possível encontrar um emprego com a ajuda da tecnologia”, destaca Ronaldo. "Cada app que desenvolvemos tenta proporcionar a melhor experiência de uso para os candidatos, ou seja, aquele perfil que se aproxima das vagas ali apresentadas. Para mantermos esta conexão entre a satisfação do candidato na utilização do app e avaliação das oportunidades mais conectadas a eles, optamos por segmentar o público".

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos