Mercado fechado
  • BOVESPA

    112.690,17
    +1.506,22 (+1,35%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.004,19
    -373,28 (-0,80%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,06
    +0,23 (+0,36%)
     
  • OURO

    1.689,80
    -10,90 (-0,64%)
     
  • BTC-USD

    46.790,59
    -3.888,34 (-7,67%)
     
  • CMC Crypto 200

    935,47
    -51,74 (-5,24%)
     
  • S&P500

    3.768,47
    -51,25 (-1,34%)
     
  • DOW JONES

    30.924,14
    -345,95 (-1,11%)
     
  • FTSE

    6.650,88
    -24,59 (-0,37%)
     
  • HANG SENG

    28.599,32
    -637,47 (-2,18%)
     
  • NIKKEI

    28.368,14
    -561,97 (-1,94%)
     
  • NASDAQ

    12.346,75
    -108,25 (-0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7821
    -0,0038 (-0,06%)
     

Esperamos "conservadoramente" que Brasil cresça 3,5% neste ano, diz Guedes

José de Castro
·1 minuto de leitura
Ministro da Economia, Paulo Guedes

Por José de Castro

SÃO PAULO (Reuters) - Temos esperança de que, "conservadoramente", a economia brasileira possa crescer 3,5% neste ano, disse nesta terça-feira o ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmando que, na hipótese mais promissora, a expansão pode bater os 5%.

O ministro fez um apelo ao setor privado para que invista no país e afirmou que medidas para abrir a economia, como privatizações e concessões, ganharão fôlego em 2021.

Guedes participou --ao lado do presidente Jair Bolsonaro e do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo-- da Latin America Investment Conference 2021: A New Decade, a New World, promovida virtualmente pelo Credit Suisse.