Mercado fechado
  • BOVESPA

    110.036,79
    +2.372,44 (+2,20%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    44.626,80
    -475,75 (-1,05%)
     
  • PETROLEO CRU

    79,74
    -1,49 (-1,83%)
     
  • OURO

    1.668,30
    -0,30 (-0,02%)
     
  • BTC-USD

    19.238,27
    -271,74 (-1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    443,49
    +0,06 (+0,01%)
     
  • S&P500

    3.585,62
    -54,85 (-1,51%)
     
  • DOW JONES

    28.725,51
    -500,10 (-1,71%)
     
  • FTSE

    6.893,81
    +12,22 (+0,18%)
     
  • HANG SENG

    17.222,83
    +56,96 (+0,33%)
     
  • NIKKEI

    25.937,21
    -484,84 (-1,83%)
     
  • NASDAQ

    11.058,25
    -170,00 (-1,51%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,3079
    +0,0099 (+0,19%)
     

Espelho inteligente pode substituir personal trainer no futuro

Pesquisadores da Universidade de Bréscia, na Itália, desenvolveram um espelho inteligente que promete melhorar a eficácia do treinamento físico em casa ou na academia. O dispositivo possui um sistema de visão computacional que avalia o desempenho do usuário diante do próprio reflexo.

Segundo os cientistas, essa tecnologia se baseia em um algoritmo especializado de aprendizado profundo — que foi exaustivamente treinado com horas de gravações em vídeo — para reconhecer uma infinidade de gestos humanos, normalmente executados durante a prática de exercícios físicos.

“Este dispositivo pode mostrar a você a melhor maneira de treinar com base em suas necessidades específicas. Para desenvolver ainda mais esse produto, nós investigamos a viabilidade de um sistema de visão integrado, usado na avaliação dos exercícios”, disse o professor de engenharia Bernardo Lanza em entrevista ao site TechXplore.

Espelho, espelho meu

O sistema de visão computacional desenvolvido pela equipe do professor Lanza possui um algoritmo de aprendizado profundo capaz de gerar modelos de esqueletos a partir da imagem do usuário quando ele se posiciona diante do espelho para se exercitar.

Evolução do ângulo do cotovelo durante um exercício de rosca direta de bíceps (Imagem: Reprodução/University of Brescia)
Evolução do ângulo do cotovelo durante um exercício de rosca direta de bíceps (Imagem: Reprodução/University of Brescia)

Os pesquisadores também utilizaram uma câmera olho de peixe, acoplada a um dispositivo Jetson Nano desenvolvido pela Nvidia, para detectar e processar os diversos movimentos humanos realizados na frente de um espelho comum, durante a prática de treinamentos físicos.

“Esse sistema de visão pode extrair informações de imagens por meio de um algoritmo de inteligência artificial (IA). Nosso artigo mais recente demonstra a precisão dessa tecnologia na medição dos movimentos do braço em exercícios simples de condicionamento físico, como uma rosca direta de bíceps”, explicou Lanza.

Personal trainer

Segundo os cientistas, uma das principais vantagens desse novo sistema é a ausência de objetos em contato com o usuário. Em vez de usar fios e equipamentos pesados presos ao corpo do utilizador, o dispositivo faz suas análises com base nas imagens refletidas no espelho, como o ângulo do cotovelo ou a posição das mãos.

Assim como um personal trainer humano, o sistema auxilia o atleta na contagem de repetições e na execução de cada exercício, detectando movimentos fundamentais como tração, flexão e rotação em diferentes partes do corpo para que cada sessão do treinamento seja executada de forma correta.

Espelho inteligente detecta as variações de movimentos do usuário em tempo real (Imagem: Reprodução/University of Brescia)
Espelho inteligente detecta as variações de movimentos do usuário em tempo real (Imagem: Reprodução/University of Brescia)

Todas as informações relacionadas ao condicionamento físico são detectadas e exibidas no próprio espelho para que os usuários possam acompanhar seu desempenho durante os treinos, melhorando a postura e corrigindo os movimentos realizados em tempo real.

“Nós fizemos uma parceria com a empresa AB-Horizon para levar nosso algoritmo para o mundo real. Sua experiência no setor de equipamentos fitness permitirá o desenvolvimento do nosso software usando princípios atléticos e um personal trainer de verdade para orientar todo o processo de testes do nosso protótipo”, afirmou o professor Bernardo Lanza.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: