Mercado fechará em 1 h 34 min
  • BOVESPA

    112.743,08
    +1.453,90 (+1,31%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.227,89
    +190,84 (+0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,96
    -0,39 (-0,45%)
     
  • OURO

    1.793,30
    -36,40 (-1,99%)
     
  • BTC-USD

    36.334,71
    -1.912,31 (-5,00%)
     
  • CMC Crypto 200

    831,32
    +11,81 (+1,44%)
     
  • S&P500

    4.369,50
    +19,57 (+0,45%)
     
  • DOW JONES

    34.425,59
    +257,50 (+0,75%)
     
  • FTSE

    7.554,31
    +84,53 (+1,13%)
     
  • HANG SENG

    23.807,00
    -482,90 (-1,99%)
     
  • NIKKEI

    26.170,30
    -841,03 (-3,11%)
     
  • NASDAQ

    14.175,00
    +16,50 (+0,12%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0364
    -0,0700 (-1,15%)
     

Especuladores ficam menos pessimistas no real, mas mantêm aposta de queda da moeda brasileira--CFTC

·1 min de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - Especuladores que operam na Bolsa Mercantil de Chicago fizeram compras líquidas de contratos de real pela segunda semana consecutiva, o que amenizou o posicionamento negativo na moeda brasileira.

Esse grupo de agentes financeiros --que costuma operar com posições de maior risco e muitas vezes direcionais-- comprou 962 contratos de derivativos de real nos sete dias findos em 30 de novembro.

Os dados foram divulgados na noite de sexta-feira pela CFTC, agência que regula mercados de futuros e opções nos Estados Unidos.

Na semana anterior, finda em 23 de novembro, os especuladores já haviam tomado 894 contratos de real, na primeira compra líquida desde a semana encerrada em 12 de outubro.

Com isso, o estoque de posições vendidas em real --ou seja, que ganham com a desvalorização da moeda brasileira-- caiu a 13.842 contratos, o menor desde a semana finda em 26 de outubro (942 contratos de venda de real).

(Por José de Castro)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos