Mercado abrirá em 1 h 59 min

Espanha reserva vacina anticovid da AstraZeneca para maiores de 60 anos

·1 minuto de leitura
(ARQUIVOS) Nesta foto de arquivo tirada em 19 de março de 2021, uma seringa e um frasco da vacina AstraZeneca contra Covid-19 estão retratados no Hospital San Giovanni Bosco em Torino.

A Espanha anunciou nesta quarta-feira (7) que reservará a vacina anticovid AstraZeneca para pessoas com mais de 60 anos, com base em relatórios sobre o vínculo com os poucos casos de coágulos sanguíneos em pessoas vacinadas.

"Continuaremos com a vacinação de pessoas com mais de 60 anos", anunciou a ministra da Saúde da Espanha, Carolina Darias, em entrevista coletiva após reunião com autoridades regionais de saúde.

Horas antes, a Agência Europeia de Medicamentos (EMA) considerou que os trombos que as pessoas vacinadas sofreram deveriam ser considerados um efeito colateral "muito raro" do injetável do laboratório sueco-britânico.

Outros países europeus tomaram medidas semelhantes. A França e a Bélgica administrarão a vacina a pessoas com mais de 55 anos, enquanto a Itália, a Alemanha e a Holanda a reservarão para pessoas com mais de 60 anos.

A região espanhola de Castilla e León (noroeste) havia anunciado nesta quarta-feira a suspensão da vacinação com a vacina AstraZeneca como medida de precaução, enquanto esperava a decisão do regulador europeu.

Até hoje, as autoridades sanitárias espanholas administraram esta vacina a pessoas entre 18 e 65 anos, assim como aplicaram em trabalhadores essenciais com mais de 65 anos ainda em atividade.

O governo espanhol planeja vacinar 70% da população até o final de agosto. Até o momento, apenas 6,2% da população foi vacinada com duas doses, e um total de mais de 9,3 milhões de doses de injetáveis autorizados foram aplicadas.

O país soma oficialmente cerca de 76.000 mortes, por mais de 3,2 milhões de casos, e tem sido um dos mais atingidos na Europa.

tpe/tjc/gma/bn/am